Enter your keyword

Saiba qual a importância de uma boa política salarial em uma empresa!

Saiba qual a importância de uma boa política salarial em uma empresa!

Saiba qual a importância de uma boa política salarial em uma empresa!

A boa política salarial pode ser definida como um fator totalmente estratégico para uma empresa. Ela é um diferencial, tanto para que a organização se destaque e se posicione no mercado, como também para o colaborador, que fica mais motivado e produtivo diante de uma remuneração adequada à sua função.

Para completar, esta também é uma forma de atrair novos profissionais e reter talentos, especialmente diante de tanta competitividade no cenário atual. No entanto, muitas vezes definir valores e benefícios parece uma atividade complexa. Afinal, é preciso respeitar a realidade da empresa e ainda ser justo com a equipe que tanto se esforça para alcançar metas e objetivos todos os dias.

Mas por que esse cuidado é tão importante e como colocá-lo em prática sempre da melhor maneira possível? Confira nesse artigo um passo a passo explicativo que irá ajudá-lo bastante a vencer o desafio de estabelecer políticas salariais em seu local de trabalho!

Descreva os cargos e compare-os

É muito importante entender exatamente as tarefas que cada colaborador exerce para definir o grau de complexidade dos cargos. Em seguida, é fundamental estabelecer requisitos mínimos de exigência, como a formação acadêmica e a experiência no mercado de trabalho. O mais indicado é realizar uma divisão de acordo com os cargos padrão, que seguem a ordem de auxiliar, assistente, analista, supervisor e gerente.

Para alcançar um equilíbrio e ser justo ao estabelecer a política salarial em sua empresa, compare cargos e analise profundamente suas responsabilidades. Assim, fica mais fácil encontrar o valor correspondente a eles, conforme o posicionamento da empresa. Esta também é uma maneira de visualizar as áreas internas de maior importância, para colocar proporção adequada nos valores.

Observe as políticas salariais do mercado atual

Nunca deixe de respeitar a base salarial que o mercado impõe atualmente. Dessa forma, é possível estabelecer uma remuneração aproximada, sem desmerecer o colaborador e nem oferecer mais do que se pode pagar. Uma boa estratégia é pesquisar a respeito de valores pagos em outras empresas do mesmo segmento, ainda que sejam concorrentes.

Ter esses dados em mãos é uma forma de mostrar à equipe que a organização respeita o padrão em vigor e procura compensá-lo também de outras formas, como com benefícios e bonificações.

Vale a pena contratar uma boa empresa especializada em RH para ajudá-lo a comparar, por meio de pesquisas, como os concorrentes ou negócios similares (em atuação e porte) agem em suas políticas salariais. Essas consultorias poderão fornecer dados significativos e corretos, de acordo com a realidade de seu setor.

Avalie seu orçamento

Nunca se esqueça de que os salários pagos aos colaboradores devem estar em conformidade com o orçamento real da empresa. Por isso, verifique como estão os fundos disponíveis para esse fim e analise cuidadosamente, junto aos responsáveis pelo financeiro, se o valor é real e adequado.

Lembre-se de que, eventualmente, sua equipe também espera por reajustes e aumentos periódicos. Esses fatores precisam ser levados em consideração para não prejudicar determinados cargos em detrimento de outros. Além disso, é bom considerar que todos os direitos trabalhistas de um funcionário devem ser pagos corretamente para evitar qualquer tipo de transtorno.

Aumente os benefícios se não puder pagar mais

Se a empresa não consegue atingir a média salarial de outras da mesma área de atuação, ainda há uma saída: é hora de dar uma atenção especial para os benefícios. Muitos funcionários costumam ter em alta essa questão e acabam por considerá-la como um fator decisivo para assumir ou mesmo permanecer em um cargo.

Plano de saúde, plano odontológico, seguro de vida, vale refeição e participação nos lucros são apenas algumas das opções que podem ser consideradas. É importante ressaltar, porém, que todas elas também devem entrar no orçamento disponibilizado pela empresa. Eles não podem ser pagos ou disponibilizados fora da data prometida e nem serem eliminados após firmado contratação sem respaldo e explicação prévia aos colaboradores.

Evite falhas em processos internos

Quando se trata de questões ligadas ao equilíbrio interno salarial, a política da empresa deve considerar tanto as políticas já praticadas no mercado quanto o peso que o colaborador tem dentro de seu universo corporativo. É muito importante encontrar uma maneira de fazer com que esses dois pontos caminhem juntos para chegar a um valor justo e que corresponda ao cargo.

Porém, esses fatores não são unicamente determinantes para a política em si: eles são apenas elementos balizadores, enquanto o salário deve sempre se pautar na importância estratégica que cada cargo tem para o negócio.

Se o mercado impõe determinado valor para um cargo, mas para sua empresa aquela função é essencial e você conta com ótimos profissionais, é preciso trabalhar para retê-los e mantê-los engajados e motivados. Então, vale sim a pena ir além da remuneração pré-estabelecida para bons resultados.


Coloque tudo no papel

Por mais que pareça clichê, é indispensável colocar no papel todos os pontos essenciais a respeito da política salarial da empresa. Isso significa descrever premissas, princípios e decisões para justificar a determinação de valores, além de especificar uma cláusula que afirme o comprometimento da organização em arcar com aquilo que foi combinado. Essa orientação é ainda mais importante dentro de micro e pequenos negócios, uma vez que nesses ambientes existem menos cargos e hierarquias.

Inclua nomenclatura de cargos, pré-requisitos para promoções e demais detalhes a respeito de quando e como um aumento salarial pode acontecer, como mérito ou maturidade, por exemplo. Não deixe de registrar claramente quem realizará a aprovação dessas mudanças e definir com exatidão como serão as avaliações de desempenho determinantes para transformar esses resultados. Por fim, é interessante colocar no documento as áreas consideradas como mais valiosas dentro da empresa.

Como é possível perceber, políticas salariais devem ser muito bem pensadas e analisadas antes de serem definidas. Elas impactam diretamente o comportamento da equipe, que pode ficar desmotivada e insatisfeita caso não receba um valor ponderado, e ainda podem causar diversos problemas financeiros e administrativos para empresa.

Por isso, fique atento a todas essas etapas e não deixe de se informar sobre recompensas organizacionais muito além do salário. Com certeza, elas fazem uma grande diferença para cada um dos colaboradores de sua empresa!

Informações sobre a autora:

Bianca Andrade
Psicóloga e Diretora de Recursos Humanos da Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.