Enter your keyword

Hierarquia de cargos: aprenda a definir a da sua organização

Hierarquia de cargos: aprenda a definir a da sua organização

Hierarquia de cargos: aprenda a definir a da sua organização

Importante para qualquer empresa, a hierarquia de cargos ajuda a organizar a produção e dividir as funções do trabalho. Suas definições são essenciais para garantir um planejamento de RH completo.

Para além das contratações, a hierarquia determina como as relações vão se estruturar no cotidiano do trabalho.

A partir desse planejamento, fica claro quais são as responsabilidades de cada profissional. Entendemos, então, quem é líder e quem é liderado no quadro de colaboradores.

A hierarquia de cargos não aparece de maneira espontânea. É papel do departamento de recursos humanos desenhar o organograma previamente para contratar de acordo.

O que é a hierarquia de cargos?

Dentro das empresas, a hierarquia é o que define a organização de cargos e salários. Tudo parte da chefia, que pode ser o proprietário, diretor-geral ou presidente.

Diante disso, cria-se uma ordem de distribuição do poder para definir quem toma as decisões e quem as executa. Sendo assim, podemos dizer que a hierarquia é constituída a partir de uma subordinação sucessiva.

Na prática, isso tem um significado bem simples ao qual já estamos acostumados. Na organização hierárquica, os indivíduos respondem sempre a quem se encontra no nível acima do seu. O estagiário responde ao auxiliar, que responde ao assistente, que responde ao analista e assim por diante.

Após estabelecida, a hierarquia de cargos deve ser registrada de maneira clara em um documento de referência. A esse registro é dado o nome de organograma. Nele, deve estar descrita toda a estrutura organizacional da empresa, incluindo a divisão do trabalho por funções e departamentos.

Quando bem-elaborado, o organograma responde às principais questões sobre cargos, equipes, responsabilidades, processos e fluxos de trabalho.

Com a existência do documento, o RH tem um registro do que foi decidido e uma referência para consultar em caso de dúvidas.

Qual a importância da hierarquia de cargos?

O trabalho exige organização. No dia a dia, é comum que as demandas cheguem a torto e direito e é preciso ter processos bem estruturados para que as demandas não acumulem.

É preciso saber quem é responsável por cada etapa do trabalho e quem coordena as equipes. Ainda, ter claro quem é o profissional responsável por desenhar e monitorar os fluxos de trabalho para garantir os melhores resultados. Tudo isso está intimamente envolvido com a hierarquia.

Ao desenhar os cargos e suas responsabilidades de maneira detalhada, os colaboradores sabem bem o que precisam fazer e conseguem direcionar os esforços para atender às expectativas e cumprir as metas.

E depois de ter os resultados em mãos, é preciso saber quem cobrar ou parabenizar pelas entregas.

>> Leitura recomendada: Descrição de cargos e salários: principais métodos de realização!

Na gestão, existe uma regra não dita que fala muito sobre a importância da hierarquia de cargos. Quando uma tarefa é responsabilidade de todos, ela não é responsabilidade de ninguém. Se não houver um “dono” dos resultados, é impossível saber a quem cobrar ou recompensar pelos resultados.

Nos últimos tempos, muito se tem falado sobre novos modelos de gestão que abrem mão da hierarquia em nome de um modelo mais horizontalizado. De fato, investir em equipes mais independentes e profissionais autogerenciáveis é um caminho que pode ser interessante.

Nenhum desses modelos, porém, substitui a necessidade de ter hierarquia de cargos em sua organização.


Os elementos da hierarquia

A hierarquia de cargos não pode ser desenhada de qualquer jeito. Existem alguns elementos importantes que precisam ser respeitados na hora de elaborar o seu planejamento. Ao se atentar a todos os detalhes, você evita erros que podem prejudicar seus resultados.

Conheça a seguir os principais elementos da hierarquia de cargos.

Os níveis da pirâmide

Quando falamos na estruturação dos cargos, é comum pensarmos na estrutura hierárquica como uma pirâmide. Na base estão aqueles trabalhadores com pouca ou nenhuma autoridade e, no topo, os líderes da organização.

A pirâmide de poder se divide, então, em três níveis. No topo (nível estratégico) estão os presidentes, gestores e diretores da empresa. O grupo de tomadores de decisão é o menos volumoso da hierarquia.

No meio do caminho (nível tático) estão os profissionais que recebem diretamente as ordens do nível estratégico e devem desdobrar as estratégias específicas de cada área. Aqui entram os gerentes, coordenadores e supervisores de maneira geral.

Por último, temos a base da pirâmide (nível operacional), que tende a ser o grupo mais volumoso, seguindo a lógica hierárquica.

Divisão horizontal

Se nós usamos os níveis verticais para representar as relações de poder da hierarquia, como então ficam as relações entre profissionais do mesmo nível? Para esse desenho de relações de trabalho, damos o nome de divisão horizontal.

O termo descreve aqueles profissionais que estão no mesmo patamar, de acordo com os cargos que ocupam na empresa. As relações horizontais podem se dar em um mesmo departamento ou entre diferentes setores.

Em alguns casos, a divisão horizontal é utilizada para representar um modelo hierárquico com foco na autonomia, onde as relações entre pares se sobressaem às relações entre chefia e chefiados.

Linhas de comunicação

Não são apenas os cargos que compõem o organograma. Além do registro dos funcionários nos níveis hierárquicos correspondentes, é preciso demarcar também a natureza das relações dentro da organização.

As linhas de comunicação são, portanto, as ligações entre diferentes colaboradores. Essa marcação deve respeitar as relações de poder dentro da empresa. Assim, as linhas horizontais representam cargos de mesmo nível dentro da hierarquia.

As linhas verticais, por sua vez, indicam as relações de liderança com o líder sempre acima de seus liderados.

Unidades de trabalho

Na hora de desenhar a hierarquia de cargos em sua organização, é importante incorporar o conceito de unidades de trabalho. Elas representam os cargos ou grupos de trabalho, que estão identificados por suas responsabilidades dentro da produção.

Na configuração tradicional de um organograma, utilizamos caixas para representar cada função. Essas caixas existem independente de mudanças no quadro de funcionários, pois representam os cargos e não os colaboradores. São, portanto, as nossas unidades de trabalho.

Como definir a hierarquia de cargos

Se você chegou até aqui, pode estar se perguntando como organizar a hierarquia de cargos em sua empresa. Esse é um processo bem importante e que precisa estar bem fundamentado para garantir o sucesso dos negócios. Veja a seguir mais informações sobre como estruturar seu organograma.

Planejamento de cargos

Antes de sair contratando de maneira impulsiva, é importante que o setor de RH desenvolva um planejamento. Nesse momento, serão estudadas as necessidades da empresa para entender os cargos necessários para dar conta das demandas.

A partir disso, construiremos a hierarquia de maneira a garantir supervisão para as equipes, no papel de um coordenador ou diretor.

É importante ter o domínio completo dos processos de sua produção para garantir um bom planejamento.

Queremos contratar apenas conforme for necessário, sem subestimar o trabalho nem exagerar no número de funcionários.

A saúde financeira

Outro ponto de atenção para o momento do planejamento deve ser a saúde financeira da organização. Por mais que o RH verifique a necessidade de contratar X colaboradores, essas contratações não podem acontecer a despeito da situação financeira.

Na maioria dos casos, o setor precisa se adaptar à realidade atual da empresa. Caso a empresa não tenha como contratar para todos os cargos de uma vez, pode ser o caso de adaptar as metas e o planejamento de RH para não comprometer a subsistência da empresa.

Plano de cargos e a estrutura hierárquica

Dentro das organizações, o plano de cargos e salários é a parte do planejamento de RH que nos ajuda a estruturar o organograma da empresa. Por isso, ele tem papel fundamental para a organização dos recursos humanos.

Existem diversos métodos que podem ser utilizados na hora de ranquear os cargos em uma empresa.

Dentre eles, o escalonamento, a comparação binária, a combinação de fatores e muito mais. A escolha do melhor caminho depende sempre das demandas específicas da empresa e suas estratégias de RH.

Independente de qual for a sua escolha, é importante que seu plano de cargos e salários atenda a um equilíbrio interno e externo. Isso significa respeitar as questões hierárquicas no desenho das funções, com remunerações e benefícios compatíveis.


Construa sua hierarquia de cargos e garanta bons resultados

A construção da hierarquia de cargos é uma parte importantíssima do planejamento de uma empresa. É a partir desse estudo que o responsável pelo RH consegue definir os desenhos ideais para garantir o sucesso dos negócios.

Como parte do planejamento, é ideal que tais definições sejam feitas no início. É muito mais fácil construir corretamente da primeira vez do que consertar o trem que já partiu da plataforma. Mas, isso não significa que empresas que já estão na estrada não devam trabalhar em sua hierarquia.

Por mais que tenha algumas complexidades, o desenvolvimento de um organograma pode e deve ser feito por empresas que já tem experiência de mercado. Com o tempo, você vai ver uma melhora expressiva nos resultados.

Seja qual for o cenário atual em sua organização, certamente vale a pena investir um tempo para desenhar ou otimizar sua hierarquia de cargos.

O que achou deste conteúdo? Deixe seu comentário!

Informações sobre a autora:

Bianca Andrade
Psicóloga e Co-Founder da Sociis RH

Comentários (4)

  1. Sandra Yakabi
    nov 21, 2022

    Bianca Andrade
    estava procurando sobre o assunto gostei como vc abordou e esclareceu sobre isso assunto.

  2. Eriane Leticia Da Costa Mreira
    mar 13, 2023

    Eu gostaria de saber em relação a divisão de cargos, qual os método mais utilizado nas empresas?

    • raphaelsociisrh
      jun 17, 2023

      Olá Eriane,
      Tudo bom?

      Algumas informações devem ser avaliadas para se chegar ao melhor método para a divisão dos cargos da organização.

      Deve-se levar em conta qual é o tamanho da empresa e o quantitativo de cargos.

      Esperamos tê-la ajudado.

      Abraços,

  3. Vera Cristina Gonçalves zenerato
    maio 11, 2023

    Exelentes explicações. muito obrigada

Comente

Seu e-mail não será publicado.