Enter your keyword

​Análise de perfil comportamental: dicas para aplicar na empresa

​Análise de perfil comportamental: dicas para aplicar na empresa

​Análise de perfil comportamental: dicas para aplicar na empresa

As pessoas são o grande diferencial de uma organização. Algumas empresas já entenderam essa questão e estão, cada vez mais, destacando a área de RH como uma das mais estratégicas. Com isso, o mercado tem buscado inovar nas táticas relacionadas à gestão de pessoas e retenção de talentos. Nesse contexto, surgiu a análise de perfil comportamental.

Neste post, vamos entender o que é essa ferramenta, suas vantagens e qual a melhor maneira de implementá-la na sua empresa. Confira!

O que é análise de perfil comportamental?

Cada ser humano é único. Suas crenças, cultura, comportamento e personalidade fazem com que uma pessoa seja diferente da outra. No ambiente de trabalho, não poderia ser diferente. Uma forma de entender essas diferenças e particularidades de perfil é por meio da análise comportamental.

Esta análise tem como objetivo identificar os comportamentos e atitudes que mais se destacam em cada pessoa, a fim de entender a reação dela no dia a dia. As práticas mais comuns costumam classificar as pessoas em quatro perfis. Veja quais são!

Analista

O analista tem como principais características a agilidade, inteligência e intelectualidade. É considerado uma pessoa discreta, calma e detalhista, por isso, gosta de tarefas que envolvam processos e rotinas repetitivas. Um ponto negativo destes perfis pode ser a pouca flexibilidade.

Comunicador

Ele se destaca por ser ativo, otimista e ter um grande poder de persuasão. Além disso, gosta de trabalhos dinâmicos e que valorizam a autonomia. Adapta-se com facilidade a diversos ambientes e gosta de trabalhar em equipe. Porém, geralmente, tem dificuldade em lidar com pressão, podendo ficar ansioso e agitado.

Executor

Uma pessoa executora é conhecida por ser ativa, dinâmica e não ter medo de assumir riscos. Ela é considerada uma líder nata e domina o ambiente, mas, por ser dominante, pode se tornar autoritária e ditatorial, prejudicando o desempenho da equipe.

Planejador

De maneira geral, esse perfil pertence a uma pessoa calma, observadora, com boa memória e preferência por normas e controles. Ela também gosta da rotina, é flexível e disciplinada. Dificilmente entra em pânico durante um momento de tensão, porém, um ponto a melhorar se refere à sua pequena capacidade de improviso.

Com base nestas teorias de perfis comportamentais, as pessoas têm um pouco de cada perfil, sendo um deles o predominante. Nenhum tipo é melhor ou pior do que o outro, pois cada um tem suas características e a diversidade em uma equipe é fundamental.

Gestão Estratégica de RH

Como é feita a análise?

O mapeamento é feito por meio de testes, dinâmicas de grupo, entrevistas, entre outros métodos, levando em consideração as preferências, as motivações e o modelo mental de cada pessoa. É essencial que sejam utilizadas apenas ferramentas validadas e fundamentadas teoricamente para mapear o perfil profissional.

Para que a implementação seja realizada de maneira correta e com qualidade, o ideal é contratar uma consultoria. A escolha de uma empresa terceirizada em RH permite que a companhia tenha contato com os profissionais mais capacitados e que têm uma visão holística sobre os impactos que a análise de perfil comportamental pode ter na estratégia da organização.

Por que vale a pena implementá-la na empresa?

Organizações que utilizam o mapeamento de perfil comportamental podem enxergar melhorias no processo de recrutamento e seleção, na gestão de pessoas e na cultura organizacional, por exemplo.

A análise do perfil comportamental dos candidatos para uma vaga permite entender, de forma menos subjetiva, alguns aspectos, como inteligência emocional, capacidade de tomar decisões, trabalho em equipe, poder de comunicação, entre outros.

Assim, a escolha se torna mais fácil ao verificar o perfil do candidato ideal para aquela ocasião. Com menos erros no recrutamento, menos gastos com demissões e treinamentos.

Outro grande impacto ocorre na cultura organizacional. A ferramenta aumenta o conhecimento que a empresa tem sobre os colaboradores, garantindo a valorização do capital humano e criando um ambiente propício para o aprendizado e o crescimento.

O que é a análise por competências?

Além de explorar a análise de perfil comportamental, é essencial entender qual é o papel do processo em relação às competências. Afinal, as habilidades são essenciais para um colaborador, já que elas são usadas no cotidiano e em busca de resultados específicos.

Nesse sentido, a análise por competências visa realizar um mapeamento das principais capacidades de um profissional. Além de entender no que ele é bom, é possível identificar quais são os pontos que devem ser trabalhados e quais questões precisam de uma atenção redobrada. Para direcionar treinamentos, por exemplo, não há nada melhor.

O processo é essencial para conhecer cada talento antes da contratação, o que dá origem a decisões otimizadas. Como resultado, a integração também é favorecida, bem como o desempenho na equipe. Na prática, é um jeito de otimizar a retenção de talentos e até de economizar recursos por parte da gestão.

Como ela deve ser feita?

A avaliação de competências passa por um processo um tanto diferente em relação à análise de perfil comportamental. Ela começa com um mapeamento de todas as capacidades identificáveis em um colaborador.

Por meio de dinâmicas, testes e até entrevistas é possível verificar quais são as habilidades que ele detém e em qual nível elas estão.

Depois, as competências são separadas de acordo com os tipos. Há aquelas técnicas, enquanto outras estão ligadas aos relacionamentos interpessoais. Um líder, por exemplo, precisa reunir as duas, ou seja, tanto capacidades técnicas quanto de comunicação e contato.

Após levantar esses pontos, é possível traçar um perfil, de acordo com as características do funcionário. Isso ajuda, inclusive, a identificá-lo dentro de uma possibilidade de comportamento e garante, principalmente, a chance de realizar treinamentos direcionados e específicos.

Quais são os tipos de análise de perfil comportamental?

Agora que você também conhece o processo em relação às competências, é o momento de descobrir quais são as várias possibilidades de análise. Elas se adaptam às diversas necessidades de empresas e equipes e apresentam vantagens e características específicas.

Na sequência, veja quais são os tipos de análise de perfil comportamental e entenda quais pontos são relevantes.

Sistema Predictive Index (PI)

A ferramenta mapeia o perfil comportamental do indivíduo, com o fito de antecipar e compreender a conduta de quem está sendo avaliado. O sistema é capaz de comprovar, por meio de gráficos e estatísticas, diversas informações acerca de um candidato.

STAR

Já o método STAR é o acrônimo para: Situação ou Tarefa; Ação Tomada e Resultados Conquistados. Basta perguntar ao candidato sobre experiências passadas e como ele agiu em certas situações. Isso permite identificar o processo comportamental, o que dá bons indícios sobre a atuação futura.

Avaliação prática

Também é possível ver como o profissional age em determinadas situações práticas, como em uma dinâmica ou tarefa específica. É uma forma de validar resultados encontrados por outros métodos, por exemplo. Assim, é possível ter uma segurança reforçada sobre qual é o melhor meio de agir.

A análise de perfil comportamental torna o RH mais estratégico, com um grande diferencial em relação aos concorrentes. O mapeamento faz com que a tomada de decisão seja efetiva e, a partir do momento em que a empresa conhece seus funcionários e cria estratégias para que eles se desenvolvam, toda a organização se beneficia com o aumento dos resultados.

Gostou de explorar essa possibilidade? Para consolidar cada vez mais desempenho, assine a nossa newsletter e receba as novidades em seu e-mail.


Equipe Sociis RH

Um Comentário

  1. Jefferson Patrick Patrick
    set 27, 2018

    Parabéns equipe do SociiesRH o site ficou excelente.

Comente

Seu e-mail não será publicado.