Enter your keyword

O que é avaliação de desempenho e como introduzir na empresa

O que é avaliação de desempenho e como introduzir na empresa

O que é avaliação de desempenho e como introduzir na empresa

Você sabe o que é avaliação de desempenho? A prática de analisar os resultados apresentados pelas pessoas tem seus primeiros registros ainda na Idade Média, quando um sistema de relatórios e notas já era utilizado pela Companhia de Jesus, fundada por Santo Inácio de Loyola, para avaliar tanto os resultados obtidos quanto o potencial de cada um dos jesuítas.

Contudo, a avaliação ganhou forma e força a partir de meados do século 19, quando passou a ser utilizada pelo serviço público Federal dos Estados Unidos em 1842 e, posteriormente, pelo exército do mesmo país, a partir de 1880.

Em 1918, o processo de avaliação de executivos começa a ser utilizado na General Motors, por Taylor, como uma das frentes do taylorismo.

De lá para cá, muita coisa mudou e novas ferramentas e metodologias foram surgindo e se estabelecendo no mercado.

Atualmente, existem vários métodos que podem ser aplicados de acordo com as necessidades de cada empresa, em cada momento pelo qual ela esteja passando. 

Neste artigo, vamos explicar o que é avaliação de desempenho e como introduzir um processo eficaz de avaliação em sua empresa.

Além disso, vamos falar sobre as principais técnicas utilizadas hoje em dia e por que é tão importante avaliar os funcionários.

O que é avaliação de desempenho?

A avaliação de desempenho é um processo que visa verificar os resultados apresentados por cada colaborador e o quanto ele ainda pode evoluir em sua jornada e contribuir com a empresa.

De acordo com Chiavenato, um dos autores mais importantes da administração e da gestão de pessoas da atualidade, a avaliação de desempenho é uma apreciação sistemática do desempenho da cada pessoa no cargo e o seu potencial de desenvolvimento futuro.

Dessa forma, vemos que a intenção do processo de avaliação não é apenas de olhar para o passado e ver o que foi feito até aqui, mas de olhar para o futuro e conseguir prospectar o que está por vir e o que pode ser alcançado com base nas habilidades e capacidades apresentadas pelas pessoas. Isso também contribui para a identificação de pontos a serem melhorados para o atingimento de determinadas metas e objetivos.


Como introduzir um processo de avaliação de desempenho na empresa?

A avaliação de desempenho é um processo que traz muitos benefícios para a empresa, desde que seja implementado de forma adequada. A seguir, listamos alguns passos muito importantes a serem observados nesse sentido.

Entenda o que precisa ser avaliado

O ponto de partida para introduzir um processo de avaliação de desempenho é entender o que se deseja saber a respeito dos colaboradores e de seus resultados. Uma boa dica é partir das metas e objetivos estabelecidos, tanto para o negócio como um todo quanto para cada um dos funcionários.

As métricas devem ser estabelecidas de forma a permitir uma análise mais completa e aprofundada dos resultados apresentados.

Se o objetivo é aumentar o volume de vendas, será preciso verificar quanto cada vendedor gerou de novas receitas, quanto o time de marketing trouxe de novas oportunidades e o quanto o time de pós-vendas contribuiu para a retenção dos clientes.

Cada cargo exerce um tipo de influência diferente, que deve ser considerada na hora de definir o processo de avaliação.

Elenque as técnicas mais adequadas

Existem mais de 10 tipos de avaliações de desempenho, cada uma com um objetivo e um viés específico de análise. Por isso, mais importante do que ter um processo de avaliação de desempenho implementado, é saber escolher quais metodologias serão as mais eficazes para o cenário específico da organização.

Em geral, são aplicadas mais de uma técnica diferente, para obter análises mais completas.

Prepare o RH e os colaboradores

Para ter sucesso na introdução do processo de avaliação de desempenho em sua empresa é fundamental que tanto o time de RH quanto os demais colaboradores e gestores sejam devidamente preparados.

É importante que todos entendam o funcionamento do processo e a sua importância, não apenas para se engajarem nesse esforço, como também para serem honestos e sinceros em suas respostas aos questionários, aumentado a confiabilidade do processo e a sua efetividade.

Estabeleça uma rotina de avaliações

Por fim, a avaliação de desempenho é algo cíclico, por isso precisa se tornar uma rotina da organização. Diferentes metodologias podem ter diferentes periodicidades, o mais importante é garantir que todos estejam cientes disso.

Uma frequência mais alta de algumas avaliações é bastante eficaz em naturalizar o processo e torná-lo ainda mais eficiente e produtivo.


Quais são as principais técnicas de avaliação de desempenho?

Agora que você já sabe o que é avaliação de desempenho e como introduzi-la de forma eficiente na empresa, vamos conhecer alguns dos principais métodos de avaliação de desempenho adotados no mercado atual.

Autoavaliação

A autoavaliação consiste na aplicação de um questionário onde cada colaborador avalia a sua própria atuação. É uma ótima ferramenta para aumentar a autoconsciência dos profissionais, que podem perceber, com mais clareza, as suas conquistas, bem como enxergar possibilidades de evolução e desenvolvimento.

Avaliação 180 graus

A avaliação 180 graus envolve a visão que o gestor tem sobre seus liderados e vice e versa. É uma metodologia que requer uma boa comunicação entre as partes envolvidas e gera um momento de grande aprendizado para ambos os lados.

Esse tipo de avaliação induz as pessoas a se aprofundarem mais em seus feedbacks e, com isso, resolver pequenos desentendimentos e incongruências de forma pacífica e eficaz.

>> Leitura recomendada: Feedback positivo x negativo: como ser mais assertivo

Avaliação 360 graus

A avaliação 360 graus é uma metodologia mais complexa e completa, que envolve todas as pessoas que têm contato com cada colaborador. Dessa forma, há diferentes visões sendo observadas a respeito do mesmo profissional, o que gera análises mais completas e esclarecedoras. Nesse formato, é comum envolver:

  • colegas de equipe;
  • colaboradores de outros setores;
  • líderes;
  • liderados;
  • agentes externos (clientes e fornecedores).

Avaliação por competências

Na avaliação por competências o foco se volta para os conhecimentos, habilidades e atitudes que os profissionais devem apresentar para que seus objetivos sejam alcançados.

Sendo assim, antes de efetivamente avaliar os colaboradores, a organização precisa fazer o  mapeamento das competências necessárias a cada cargo.

Com base nesse mapeamento, os profissionais são avaliados sob dois aspectos principais, que são as competências técnicas e as competências comportamentais, como explicamos melhor abaixo.

Competências técnicas

As competências técnicas são o conjunto de habilidades e conhecimentos de uma pessoa no exercício de sua profissão. No processo seletivo, a avaliação de competências técnicas é feita por meio de análise curricular e aplicação de testes técnicos.

No caso das pessoas já contratadas, tanto a participação em cursos e treinamentos quanto a qualidade dos resultados entregues por cada colaborador contribuem para a realização da análise.

Competências comportamentais

As competências comportamentais estão relacionadas à forma como cada colaborador reage a diferentes estímulos e situações. Elas têm uma relação direta com a cultura da empresa, já que os comportamentos resultam dos valores e crenças de uma pessoa.

A definição de quais comportamentos devem ser valorizados e quais devem ser evitados na empresa varia bastante conforme seus objetivos e cada cargo.

Alguns deles devem ser comuns a todos os colaboradores, pois ajudam a fortalecer a cultura organizacional.

Outros devem ser específicos de cada função, pois são mais voltados para a excelência na execução das atividades da rotina.

Alguns exemplos de comportamentos apreciados pelas empresas são:

  • equilíbrio emocional;
  • resiliência;
  • liderança;
  • criatividade;
  • comunicação;
  • vigorosidade.

Por que avaliar os funcionários?

Implementar um processo de avaliação de desempenho pode gerar um grande esforço, além de demandar um trabalho recorrente de análises. Contudo, é uma prática que gera ótimos benefícios, que compensam o investimento de tempo e dinheiro necessários.

Entre as vantagens proporcionadas por essa iniciativa, existem dois grupos que resumem bem os motivos que ajudam a entender a importância de avaliar os funcionários, como mostramos a seguir.

Gestão Estratégica de RH

Antecipa a resolução de problemas

Uma empresa que realiza avaliações de desempenho de forma consistente consegue identificar o surgimento de possíveis problemas logo em seus primeiros sinais. Isso faz com que haja mais tempo e tranquilidade para lidar com a situação antes que ela se agrave, minimizando seus impactos e impedindo que ela gere prejuízos. 

>> Leitura recomendada: Como fazer um PDI e implementá-lo na sua empresa?

Identifica oportunidades

Além de mostrar o que aconteceu no passado e o que está acontecendo no presente, a avaliação de desempenho também ajuda a desenhar o futuro da organização.

Com base nas informações coletadas, é possível projetar os próximos passos e verificar se a empresa está caminhando no rumo desejado, ou se precisa de ajustes na rota.

Em meio às análises, é bastante comum encontrar nuances de ideias e projetos que não haviam sido pensados, mas que podem trazer resultados bastante positivos para o negócio. 

Como vimos, a avaliação de desempenho é uma ferramenta muito valiosa para a organização. Com a ajuda dela, podemos corrigir os erros cometidos no passado e, ao mesmo tempo, adotar ações que promovam melhorias para o futuro.

Por isso, além de entender o que é avaliação de desempenho, é preciso implementá-la de forma eficiente e constante na empresa. Assim, fica mais fácil assegurar o desenvolvimento das pessoas e do negócio no mercado.

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.