Enter your keyword

O que é endomarketing e como implementar na sua empresa

O que é endomarketing e como implementar na sua empresa

O que é endomarketing e como implementar na sua empresa

Mais e mais, o endomarketing tem se destacado como uma estratégia eficiente para cuidar da imagem de uma organização frente a seu público interno. Essa abordagem garante a comunicação adequada entre colaboradores e empresa, para que todos tenham suas demandas respeitadas.

Continue lendo para saber mais sobre o endomarketing e aprender como implementá-lo em sua organização.

O que é endomarketing?

Chamamos de endomarketing o conjunto de iniciativas que busca trabalhar a marca de uma organização junto a seu público interno. Para isso, utiliza ferramentas do marketing institucional e da comunicação corporativa.

O termo endomarketing é composto pelo sufixo “endo” – do grego, aquilo que é de dentro – e “marketing”, um conceito que dispensa apresentações. Assim, trata-se de uma estratégia que busca trabalhar o marketing internamente dentre os colaboradores. 

O objetivo principal é melhorar a relação da empresa com seus funcionários, garantindo uma boa experiência para todos. Mais satisfeito, o colaborador passa a enxergar a empresa com olhos mais simpáticos e isso se reflete em um trabalho mais eficiente e engajado.

Como funciona o endomarketing?

O endomarketing é providencial para manter os trabalhadores engajados com o trabalho. A estratégia engloba uma série de ações voltadas para a comunidade interna.

Tudo é feito para garantir que o trabalhador tenha amplo conhecimento sobre os benefícios oferecidos pela empresa. Ao mesmo tempo, a organização é incentivada a ouvir e responder às demandas de seu time. 

Um dos princípios fundamentais do endomarketing é fazer com que o colaborador se sinta parte essencial da empresa. Valorizado em sua função, ele passa a se dedicar mais plenamente ao trabalho.

São diversas as formas que uma empresa tem para operacionalizar o endomarketing. Desde o investimento em treinamentos e capacitações até eventos de engajamento para a equipe. Assim, a empresa demonstra que confia em seu funcionário e quer que ele cresça junto.

Outras ferramentas do endomarketing incluem ainda os planos de benefícios, pesquisas de satisfação e a escolha de bons canais para a comunicação interna.

Quais são as vantagens de investir em endomarketing?

Vantagens-de-se-investir-em-endomarketing

Quem investe em endomarketing como estratégia de gestão desfruta de diversos benefícios para sua organização. A seguir, reunimos algumas das principais vantagens para sua consideração.

Comunicação interna

Contar com boa comunicação interna é essencial para qualquer empresa que busca sucesso nos negócios. É preciso ter canais eficientes para que a informação chegue a quem interessa e não haja mal-entendidos durante o processo.

Com o endomarketing, conseguimos fazer uma escolha consciente sobre os melhores canais a serem adotados em sua empresa de acordo com as necessidades da equipe. A estratégia nos dá uma maior base de conhecimento para que possamos fazer escolhas mais certeiras.

Treinamentos e capacitações

A maior proximidade com a equipe, proporcionada pelo endomarketing, não melhora só os processos do dia a dia, como também nos ajuda a identificar gaps de competência que podem estar atrapalhando os resultados.

A partir das trocas com os colaboradores, conseguimos planejar treinamentos e capacitações para a equipe sobre o que realmente importa e terá impacto positivo em sua rotina de trabalho.

Produtividade

A produtividade ganha força quando organizamos nossa gestão de pessoas orientados pelo endomarketing. A melhora na comunicação inevitavelmente transparece também em resultados melhores e mais confiáveis.

Mas, não se esqueça: parte importante da gestão do endomarketing está em mensurar a eficácia de suas ações por meio dos indicadores. Assim, conseguimos verificar se houve ganho de produtividade no período e, se for o caso, ajustar a estratégia.

Clima organizacional

Outra consequência direta da adoção do endomarketing está nos ganhos em clima organizacional

Em seu cerne, a estratégia busca melhorar a relação entre empresa e funcionário. Com isso, conseguimos melhorar significativamente o clima organizacional. A comunicação ocorre de maneira direta e com menos espaço para ruídos.

Plano de carreira

Indiretamente, o endomarketing afeta também o desenvolvimento dos planos de carreira. Isso porque a estratégia melhora a comunicação entre a gestão e seus colaboradores. Assim, fica mais fácil construir políticas internas e um plano de desenvolvimento que de fato responde aos desejos e anseios do público interno.

Engajamento e absenteísmo

Um dos grandes desafios do RH moderno é controlar os níveis de absenteísmo. O termo descreve situações de baixo engajamento, em que o trabalhador não se conecta mais com suas funções. Em alguns casos, ocasionando em excessivo número de atrasos e faltas sem justificativa.

Quando conhecemos de perto as dores da equipe, conseguimos evitar que a situação escale para tal nível de desinteresse.

Rotatividade de pessoal

Toda empresa deve ficar de olho na frequência com que os desligamentos acontecem para que não haja uma rotatividade de pessoal excessiva. O fenômeno, também conhecido como turnover, gera custos com encargos trabalhistas, recrutamento e capacitações constantes. 

Com o endomarketing, conseguimos driblar esse efeito, ao garantir que a empresa possua boas condições de trabalho para reter os profissionais talentosos em seu quadro.

Satisfação do colaborador

Finalmente, todas as vantagens que citamos até aqui culminam em um estado onde o trabalhador estará mais satisfeito com a empresa. 

Quando ouve e considera as demandas individuais e coletivas, a organização demonstra que valoriza o colaborador. Mais satisfeito com as ações do endomarketing, esse profissional passa a trabalhar mais e melhor, engajado no objetivo coletivo.

>> Leitura recomendada: Net Promoter Score: mini-guia para utilizar no setor de RH

Qualidade do trabalho

A melhora no relacionamento entre empresa e profissional certamente impacta na qualidade dos resultados. As entregas passam a acontecer com maior rigor ao prazo e às especificações de qualidade. Com isso, a empresa passa a ter menos reclamações e trocas por erro na produção.

O endomarketing e a comunicação interna: diferenças e semelhanças

É comum que muita gente do mundo corporativo confunda os conceitos de endomarketing e comunicação interna. De fato, ambos são estratégias que têm foco na comunidade interna. Porém, as semelhanças param por aí.

Quando falamos em comunicação interna, estamos nos referindo tão somente aos processos de troca de informação que acontecem dentro de uma organização. Aqui estão inclusas as trocas entre departamentos por canais oficiais e não-oficiais, assim como a distribuição de ordens que vêm da chefia.

O endomarketing, por outro lado, se trata de uma estratégia para incentivar os colaboradores a manterem-se engajados com o trabalho.

A comunicação interna até faz parte do processo, mas não é definidora aqui. Nesse caso, o que mais importa é o desenvolvimento de ações para melhorar os relacionamentos e gerir melhor os colaboradores.

Como implementar endomarketing em sua organização?

Implementando-o-endomarketing-em-sua-organizacao

Se você leu até aqui, provavelmente tem interesse em aprender como implementar o endomarketing em sua empresa. Confira a seguir algumas dicas e ações práticas para garantir sucesso com a estratégia.

Conheça as demandas do público

O primeiro passo para implementar o endomarketing é conhecer as demandas do público interno. Precisamos avaliar o cenário atual para reconhecer as necessidades e estabelecer objetivos claros.

O trabalho deve ser um esforço conjunto entre os departamentos de marketing e os recursos humanos. Enquanto um setor tem a prática com processos de comunicação, o outro garante que a gestão de pessoas será adequada.

Avalie a cultura organizacional

Se o ambiente de trabalho é hostil para os colaboradores, não haverá esforço de marketing capaz de mascarar essa realidade. Por isso, o próximo passo da nossa implementação é avaliar a cultura organizacional. Assim, conseguimos identificar os pontos fortes e fracos e considerar essas informações na hora do planejamento.

>> Leitura recomendada: Qual a diferença entre clima e cultura organizacional? Veja aqui!

Defina seus objetivos

Em seguida, precisamos definir os objetivos do endomarketing de maneira clara e objetiva. Para isso, vamos usar todas as informações levantadas até aqui sobre o cenário atual, as fortalezas e fraquezas da organização.

É importante combinar seus objetivos gerais – mais qualidade, por exemplo – com metas específicas e quantificáveis – ainda no exemplo, diminuir 20% das trocas por defeito. Assim, definimos os indicadores que serão utilizados para medir os resultados posteriormente.

Planeje suas ações

Agora que temos bastante informação sobre o contexto atual da empresa, podemos começar a organizar nosso plano de ação a partir dos objetivos. 

Além de identificar os problemas, é importante que o planejamento designe de forma clara as ações necessárias, os responsáveis por seu desenvolvimento, o cronograma e os parâmetros ideais para atingir o sucesso.

Execute o planejamento

Quem trabalha com gestão sabe bem que nenhum plano de ação faz milagres, se guardado em uma gaveta. A execução do planejamento deve ser minuciosa e respeitar o que foi definido previamente – essa é a única forma de verificar a eficácia das ações depois.

Conforme o processo avança e novas informações surgem, podemos eventualmente revisitar o que estava planejado, para ajustar a estratégia.

Mensure os resultados

Por último, é chegada a hora de verificar se nossa avaliação se desdobrou em um planejamento eficaz para os objetivos que almejamos. Para ter essa resposta, devemos resgatar os indicadores de desempenho apontados durante a definição dos objetivos. 

Mensurando os resultados, conseguimos saber se a estratégia adotada foi satisfatória ou se será preciso ajustar a abordagem dali em diante.

2 cases de sucesso com endomarketing

Confira a seguir dois casos de sucesso em empresas reais que utilizaram o endomarketing em sua gestão de pessoas.

Natura

A gigante brasileira de cosméticos e produtos de higiene foi destaque no mundo corporativo por suas iniciativas de endomarketing. Para melhorar a experiência do colaborador, eles implementaram uma estratégia de comunicação integrada que inclui e-mail, intranet e o App do Colaborador Natura.

Preocupada em garantir a inclusão de todos, a empresa disponibilizou ainda notebooks corporativos para o home office durante os períodos de isolamento.

Paralelo a isso, foi feita também uma pesquisa interna sobre os desafios do trabalho remoto, a fim de remediar os principais males dessa nova rotina.

We Do Logos

Com uma das maiores plataformas de design da internet brasileira, a We Do Logos também chamou atenção por suas iniciativas de endomarketing.

A partir de uma integração com o Slack, a empresa passou a divulgar os resultados de venda em tempo real para os colaboradores. Assim, todos teriam acesso aos números e poderiam acompanhar a evolução semana a semana.

A iniciativa tinha o objetivo de aumentar a previsibilidade de receita para a companhia. Segundo os gestores, essa dose extra de “pressão” funcionou para motivar os colaboradores cada vez mais em direção às metas internas de produtividade. 

5 dicas para engajar seus colaboradores com endomarketing

Dicas-para-engajar-seus-colaboradores-com-endomarketing

Para te ajudar em sua jornada com endomarketing, separamos a seguir cinco dicas práticas para engajar os colaboradores a partir da estratégia.

1. Planos de benefícios

Todo contrato de emprego se baseia em uma troca: o colaborador oferece sua força de trabalho e a empresa, em troca, oferta sua contrapartida. Isso inclui a remuneração salarial e benefícios que atendam às necessidades dos colaboradores.

Nesse caso, podemos incluir planos médicos, odontológicos, auxílio-creche, além dos vales transporte e alimentação. Alguns desses são obrigatórios por lei, mas, outros são totalmente opcionais. Essa pode ser a oportunidade de sua organização se destacar das outras contratantes.

2. Programa de educação corporativa

Parte importante do trabalho dos recursos humanos está em garantir que o colaborador está constantemente evoluindo como profissional, mantendo-se atualizado com as melhores ferramentas e técnicas de mercado. 

Dessa forma, vale a pena investir na criação de um programa de educação corporativa. Ao receber da empresa a oportunidade de se aprimorar como profissional, o colaborador sente-se mais valorizado e isso dá força ao vínculo com a empresa.

3. Eventos de engajamento

Muitas vezes, a rotina de trabalho nos impede de dar a devida atenção para o engajamento dos funcionários. Quando esse é o caso, é importante que o setor de RH consiga pensar fora da caixa e propor iniciativas para revitalizar o cotidiano.

Nesse caso, podemos citar os eventos de engajamento para descontrair a equipe e renovar a moral. Eles podem ser realizados internamente ou fora da empresa, para garantir maior imersão nas dinâmicas.

4. Canais de comunicação interna

A comunicação interna pode até não ser exatamente igual ao endomarketing, mas, ela certamente integra sua rotina. Por isso, é importante escolher bons canais para a troca de informação dentro da empresa.

Intranet, e-mail, mensageiros instantâneos… as opções são inúmeras! Para que sua escolha seja acertada, vale a pena contar com feedback da própria equipe para entender o que se encaixa melhor às suas necessidades e também à rotina da organização.

5. Pesquisa de satisfação

A pesquisa de satisfação é uma ótima maneira de garantir que a gestão tenha em mãos as informações que precisa para tomar decisões acertadas. 

Elas podem ser realizadas de maneira nominal ou anonimamente — a escolha vai de cada RH. O mais importante é que o processo conte com a contribuição de todos. A equipe precisa estar confortável para opinar e contribuir livremente com seu feedback.


Engaje seus colaboradores com o endomarketing 

O endomarketing é uma estratégia muito eficiente para engajar os colaboradores a partir de ações integradas de comunicação e recursos humanos. Com um bom planejamento, conseguimos compreender as demandas dos funcionários e trabalhar para construir um ambiente de trabalho cada vez mais agradável.

Para saber mais sobre como manter a equipe engajada, acompanhe os posts do nosso blog e tenha uma gestão de pessoas estratégica em sua organização!

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.