Enter your keyword

Planejamento estratégico de RH: 4 motivos para investir

Planejamento estratégico de RH: 4 motivos para investir

Planejamento estratégico de RH: 4 motivos para investir

Para que uma empresa se mantenha firme no mercado e sempre alcance seus objetivos, é fundamental montar um excelente planejamento estratégico de RH. Esse processo contribui não apenas para alinhar metas corporativas, mas também para conhecer e solucionar as necessidades dos colaboradores. Realizá-lo requer atenção e um conhecimento avançado da organização e do segmento, o que garante uma execução assertiva e livre de falhas.

Colocar tal ação em prática significa garantir uma tomada de decisões acertada, diferencial competitivo e também bons resultados financeiros e de produtividade geral.

Não existe momento específico para aplicar o planejamento, mas quanto antes ficar claro o que é preciso esclarecer por meio dele, mais rápido ele poderá ser executado. E, a partir do momento em que seu desenvolvimento se tornar um hábito, o quarto trimestre do ano é sempre o mais indicado para renová-lo.

Como você pode ver, investir nessa questão é uma providência extremamente vantajosa. Porém, se ainda precisar de mais benefícios para ficar convencido, não se preocupe. Continue a leitura deste artigo e confira a lista completa com bons motivos para não adiar mais sua decisão!

Que motivos você poderia ter para investir em um planejamento estratégico de RH?

1. Objetivos mais bem alinhados

Uma empresa consegue crescer somente se tiver uma equipe vencedora em ação. Sendo assim, todos os colaboradores devem conhecer muito bem a missão, a visão, os valores e a cultura organizacional de seu local de trabalho.

Dessa forma, eles compreendem melhor aonde é preciso chegar, em quanto tempo e quais metas precisam ser cumpridas para que isso aconteça. Neste momento, ter um planejamento estratégico de RH faz toda a diferença.

Ele definirá como esse conhecimento chegará até os funcionários para que eles tenham um contato mais aprofundado com a organização e entendam melhor como ela é estruturada.

Ações de boas-vindas, de apresentação da empresa e de integração da equipe, por exemplo, são algumas opções para realizar esse alinhamento de maneira eficiente. A metodologia utilizada para fazê-las deve ser cuidadosa, pois passará a verdadeira imagem do negócio para o empregado.

2. Integração maior com os funcionários

Com o planejamento estratégico de RH, a integração com funcionários passa a ser mais efetiva. Especialmente para aqueles que chegam agora ao time e precisam se ambientar, conhecer a rotina e entender mais sobre a empresa.

Ele possibilita estruturar melhor treinamentos e capacitações para facilitar esse aprendizado e contribuir com uma adaptação mais rápida e duradoura. Com os funcionários mais antigos, isso não é diferente.

Afinal, eles precisam se manter atualizados a respeito do negócio e estarem muito bem preparados para receber seus novos colegas. Essa integração é o que estabelece hábitos, vínculos e regras entre todos, além de ajudar no compartilhamento de informações e na construção de um ambiente saudável, onde todos atuam em total sintonia.


3. Melhoria da gestão estratégica

A gestão estratégica de pessoas está diretamente atrelada ao desenvolvimento da empresa em curto, médio e longo prazo. Ou seja, somente um planejamento sólido e bem elaborado pode ajustar políticas internas e influenciar a cultura organizacional da empresa. É claro que, conforme a necessidade, alterações podem acontecer para torná-la ainda melhor. Mas a princípio, é possível averiguar muitos pontos positivos a seu respeito.

Colaboradores mais tranquilos, retenção de talentos, índice de retrabalho reduzido e expectativas que respeitam a realidade são apenas alguns dos que podem ser citados. Todos eles refletem em excelentes resultados ao final de um período, pois o trabalho começa a ser executado com mais confiança e as dúvidas sobre os processos também diminuem consideravelmente.

Assim, a empresa começa a operar com mais harmonia, sempre com o pensamento nas metas a serem cumpridas. Eventualmente, aplicar uma avaliação de desempenho pode ajudar a comprovar melhor os fatos.

4. Relações trabalhistas e qualidade de vida garantida

Após criar engajamento de colaboradores, é essencial garantir que eles tenham relações trabalhistas adequadas e uma boa qualidade de vida no ambiente de trabalho, fator que também faz parte do planejamento estratégico de RH.

Eles entendem sua importância dentro dos processos internos da empresa, mas esperam ser recompensados e reconhecidos por isso também. Questões de remuneração, bonificação e benefícios entram aqui, mas é preciso ir além.

A organização deve manter seu espaço sempre limpo e higienizado, fornecer equipamentos apropriados para cada função e priorizar sempre a segurança de sua equipe em todos os momentos.

Dessa forma, os funcionários começam a se sentir valorizados e amparados pela instituição: cumprem seus objetivos, respeitam o posicionamento do negócio, mas também têm todo o respaldo para crescerem e se desenvolverem ali dentro.

Como desenvolver um bom planejamento estratégico de RH?

O primeiro passo para começar a desenvolver um planejamento estratégico de RH é reconhecer os objetivos do setor. Quais são as necessidades primordiais de recursos humanos da empresa? Assim que essa pergunta for respondida, a resposta servirá como ponto de partida para analisar oportunidades existentes. Através de uma matriz SWOT, é possível identificar pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades para solucionar todas as questões.

Como esse método é totalmente estratégico, ele transformará seus resultados em vantagem competitiva para que a empresa se diferencie em meio à concorrência. Para definir as ações que serão aplicadas, os gestores devem estar totalmente capacitados.

Do contrário, o planejamento não será colocado em prática com rapidez e praticidade. Gestores precisam entender do negócio, conhecer muito bem sua equipe e ter visão ampla para elaborar projetos.

É importante ressaltar que todos os setores da empresa devem estar envolvidos no planejamento estratégico. O RH não deve determinar nada sozinho, pois existem diversas competências e detalhes que somente os responsáveis por um setor conseguem repassar com exatidão.

A participação de todos pode gerar muitas ideias e sugestões interessantes que acrescentem bastante para que os resultados sejam satisfatórios. Caso surjam dificuldades nesse processo, o ideal é procurar uma empresa especializada em RH para prestar auxílio, fornecer consultoria e até mesmo realizar todo o planejamento do começo ao fim.

E então, o que acha dos motivos listados para investir em planejamento estratégico de RH? Qual deles foi determinante para ajudar em sua decisão? Considera o processo de desenvolvimento do plano muito complexo ou tem facilidade para aplicá-lo? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião!

Equipe Sociis RH

Comentários (7)

  1. Gisela Dias
    jul 9, 2018

    Adorei o post! Assunto muito interessante e necessário, acima de tudo!

  2. Marcelo M.
    jul 9, 2018

    Nada engrena sem planejamento prévio. Ainda mais quando o assunto são pessoas.
    Matéria muito estratégica. Parabéns!

  3. Alessandra
    jul 9, 2018

    Um dos melhores conteúdos sobre o tema!

  4. Ana Maria
    jul 9, 2018

    Adorei esta matéria.
    Já iniciamos o nosso planejamento. Me ajudou bastante este conteúdo.

  5. Tamara Soares
    jul 9, 2018

    Adorei! Iniciaremos este levantamento no meu setor.

  6. Junior Siqueira
    jul 10, 2018

    Show!

  7. César L.
    jul 13, 2018

    Muito bom!

Comente

Seu e-mail não será publicado.