Enter your keyword

Saiba como fazer a reestruturação de RH. Confira nossas dicas!

Saiba como fazer a reestruturação de RH. Confira nossas dicas!

Saiba como fazer a reestruturação de RH. Confira nossas dicas!

Chega em algum momento da história da empresa que as prioridades mudam, novos produtos e serviços entram no mercado, a concorrência se torna mais acirrada ou uma pandemia traz consequências ruins para a economia. Em todas essas situações, exige-se maior eficácia organizacional, o que torna necessária a reestruturação dos processos de RH.

O setor de recursos humanos é peça fundamental para definir e desempenhar tarefas como desenvolvimento e treinamento de equipes, contratação de novos colaboradores e modificação de atribuições dos cargos. Com a reestruturação desses processos, as empresas tem mais chances de atravessar, com segurança, momentos difíceis.

Para quem quer saber mais sobre esse assunto, acompanhe esse texto. Aqui você vai aprender como fazer a reestruturação de RH e também como se posicionar em momentos de crise. Confira!

Dicas para fazer a reestruturação de RH

Em momentos de crise é comum que diversos setores da empresa, dentre eles o RH, fiquem ansiosos e acabem perdendo o foco da sua atuação. Para evitar que isso ocorra, organizamos a seguir algumas dicas.

Identificar falhas

É importante verificar o que deu início a crise enfrentada pela empresa. Por exemplo, é devido a algum fator externo como a pandemia do coronavírus? Ou é algum fator interno, como a queda na produtividade dos funcionários?

Fatores externos geralmente são mais difíceis de serem modificados em si, no entanto, eles devem servir como referência para que a empresa se rearticule, alterando as características e habilidades dos funcionários.

Os fatores internos são mais fáceis de serem percebidos e modificados, afinal eles podem ser avaliados a partir de indicadores de performance. Estes demonstram onde exatamente a gestão de pessoas pode melhorar ou intervir.

Verificar o que não está funcionando

Uma das maneiras de orientar a reestruturação do RH é ouvindo a opinião das pessoas a respeito da atuação e estratégia do setor, bem como o reflexo disso no nível de satisfação dos colaboradores e clientes e, claro, a performance da empresa. Nesse sentido, uma pesquisa de satisfação tanto com os clientes e colaboradores ajuda a deixar evidente quais posturas podem ser adotadas, quais devem ser modificadas ou mantidas.


Com essas informações em mãos, a gestão de pessoas conseguirá ter mais chances de articular mudanças pontuais, obtendo sucesso na reestruturação. É importante que a empresa esteja atenta aos movimentos do mercado, para que possa se adequar às mudanças e, assim, permanecer competitiva.

A reestruturação do RH é uma das estratégias que podem ser adotadas para isso, desde que seja feita de forma adequada.

Analisar objetivos e metas da empresa

Assim como uma empresa precisa de um planejamento com metas e objetivos bem definidos, o setor de RH também necessita. Nesse sentido, o planejamento de reestruturação do RH deve estar em perfeita sintonia com o mapa estratégico da empresa.

Isso ajuda a maximizar o potencial do capital humano e a garantir a concretização da estratégia da organização em cenários turbulentos. A empresa deve, portanto, analisar o mercado em que atua, o seu perfil de clientes, as suas metas e objetivos, e, a partir daí, definir o que precisa ser mudado no setor de RH. E, também, é importante que a organização identifique os principais desafios que devem ser enfrentados pelo setor.

Desenvolver um plano de ação

Uma vez que os objetivos e metas da empresa foram bem definidos, é hora de desenvolver um plano de ação para a reestruturação do RH. Esse plano deve ser detalhado e deve contemplar todas as áreas do setor, desde a gestão de pessoas até a administração de benefícios.

O plano de ação deve, ainda, ser flexível, para que possa ser ajustado conforme as necessidades da empresa vão surgindo. É importante que ele seja bem elaborado e que todos os envolvidos no processo de reestruturação estejam cientes das ações que devem ser tomadas.

Conduzir as mudanças com sucesso

Após o desenvolvimento do plano de ação, é hora de conduzir as mudanças com sucesso. Para isso, é essencial que haja uma comunicação eficiente entre todos os envolvidos no processo, para que todos estejam cientes das mudanças que estão sendo implementadas.

Além disso, é importante que as mudanças sejam implementadas de forma gradativa, para que haja tempo de adaptação. É necessário que seja monitorado o desempenho do setor de RH após as alterações, para que sejam identificados os pontos fortes e os pontos fracos do novo modelo de gestão de pessoas.


Novas demandas podem surgir durante e após uma crise

Momentos de crise são muito importantes para o aprendizado. Essa é uma frase bastante utilizada por gestores de empresas e cai como uma luva para a reestruturação do RH. Isso porque esse setor é em grande parte o responsável pela organização e distribuição do trabalho diante dos desafios do negócio.

Por isso, em períodos de incertezas e turbulências, é importante que ele identifique exatamente quais caminhos a equipe consegue trilhar, quais as prioridades do negócio e quais as práticas se fazem necessárias para a manutenção do negócio e engajamento dos profissionais. Só assim será possível superar as crises.

Mudanças recentes na relação colaborador x empresa

Uma das principais mudanças que ocorreram com a pandemia foi a necessidade do home office. Com isso, as empresas tiveram que se adaptar para que os profissionais pudessem trabalhar de forma remota. Isso exigiu uma mudança na forma como o RH gerenciava as pessoas, uma vez que o contato presencial foi substituído pelo virtual.

Outra mudança que ocorreu foi a valorização do trabalho em equipe. Com a pandemia, as pessoas se deram conta da importância de trabalharem em conjunto para superar os desafios. Isso fez com que as organizações buscassem profissionais que tivessem essa característica e que pudessem trabalhar de forma colaborativa.

A pandemia também trouxe consigo uma mudança na forma como as pessoas enxergam o mercado de trabalho. Com a crise, muitas pessoas perderam o emprego e se deram conta da importância de estarem empregadas em uma empresa que valorize o seu trabalho. Isso fez com que as pessoas buscassem empresas que oferecessem segurança e que pudessem oferecer um ambiente de trabalho saudável.

>> Leitura recomendada: [E-book] O Guia Definitivo sobre Gestão Estratégica de RH

Por que é importante contar com um suporte especializado para a reestruturação de RH?

A reestruturação do setor de RH exige muito mais do que apenas ajustes na forma como as pessoas são gerenciadas. É preciso ter um suporte especializado, com profissionais experientes, que possa identificar as necessidades da empresa e que saibam como implementar as mudanças necessárias para que a empresa possa crescer e se adaptar às novas realidades.

É importante contar com uma equipe de profissionais qualificados para implementar as mudanças necessárias, garantindo que elas tragam os resultados esperados. Isso exige um profundo conhecimento do mercado de trabalho e das tendências que estão emergindo.

Além disso, é preciso ter um bom senso de liderança e ser capaz de motivar as pessoas a trabalharem em conjunto para atingir os objetivos da empresa. A reestruturação de RH não é uma tarefa fácil, mas com a ajuda de profissionais experientes, é possível torná-la mais eficiente e eficaz.

Conclusão

Esta recomposição é um processo delicado, que exige atenção e cuidado para que seja executado da melhor forma possível. A Sociis RH está preparada para ajudá-los nesse processo, oferecendo consultoria e serviços especializados em RH.

Ajudamos diversas empresas a realizarem a reestruturação de seus setores, de forma ágil e eficiente, alinhadas com as melhores estratégias do mercado. Fale com um consultor, conheça a nossa empresa e saiba como podemos ajudá-los a reorganizarem o seu setor de Recursos Humanos!

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.