Enter your keyword

Gestão do capital humano: saiba o que é e como fazer

Gestão do capital humano: saiba o que é e como fazer

Gestão do capital humano: saiba o que é e como fazer

A correta gestão do capital humano é essencial para o progresso da empresa e desempenho superior à média do mercado. Para ficar mais claro, capital é qualquer bem aplicado na criação de novos bens ou serviços. Dito isso, é possível conceituar o que é gestão do capital humano.

Nas empresas, o capital humano refere-se ao conjunto das competências tanto técnicas quanto comportamentais acumuladas pelos profissionais e que favorecem a execução do trabalho de modo eficiente, gerando retorno econômico. Isto é, “gente” como um ativo.

Nos próximos tópicos, vamos esclarecer como fazer a gestão do capital humano e alcançar resultados fora do lugar-comum. Por isso, continue sua leitura com atenção. Vamos lá!

Contrate as pessoas certas

Primeiro, é necessário acumular o capital humano. Entretanto pessoas são complexas. Algumas são preparadas para o trabalho e podem entregar grandes resultados, outras não. Por esse motivo, é importante executar um bom processo de recrutamento e seleção.

O principal a se avaliar no candidato são as competências técnicas e comportamentais. Se essas características se mostrarem adequadas, perfeito. Do contrário, é necessário continuar a seleção. Ao contratar as pessoas certas, poderá formar ótimas equipes e obter grandes resultados econômicos.

Tenha metas realistas e desafiadoras

A ideia de capital humano tem a ver com eficiência e ganho, então nada mais justo do que definir metas para o futuro. Quais resultados devem ser alcançados pelo capital humano? Como isso pode beneficiar a empresa? Sente-se com a liderança para definir suas metas.

É importante que toda meta conte com 5 características. Deve ser: específica, mensurável, alcançável, relevante e com tempo bem definido. Esse padrão, chamado de SMART, nasceu na década de 80 e até hoje subsidia a elaboração de metas realistas e desafiadoras.

Ofereça recompensas atraentes

Não basta contratar as pessoas certas e indicar a direção a ser seguida, também é preciso oferecer recompensas que sejam atraentes. Boas recompensas ajudam a motivar e contribuem para que os profissionais se sintam mais felizes e reconhecidos pela empresa.

A questão é: como definir as recompensas certas? Uma boa recompensa varia de acordo com o tamanho do desafio (meta) proposto, o interesse dos profissionais e, também, o orçamento da empresa. Ao equilibrar esses três fatores, conseguirá uma boa recompensa.


Monitore os indicadores de desempenho

Por fim, é importante monitorar os indicadores-chave de desempenho (também chamados de KPIs). Ao levantar seus indicadores, poderá identificar o que vai bem e pode ser padronizado. De igual modo, poderá avaliar o que está indo mal e precisa de ajustes pontuais.

O gestor precisa estabelecer um conjunto de indicadores que demonstrem o rendimento do seu capital humano. Há muitos exemplos, como o índice de turnover, absenteísmo ou nível de produtividade diária. Quanto melhor esses indicadores, melhor para a empresa.

Como pôde observar, a gestão do capital humano consiste em um conjunto de práticas que permitem o aumento da eficiência diária e o alcance de grandes resultados. Essas práticas também permitem a retenção dos profissionais talentosos e a formação de equipes de alta performance. Assim, no fim, tanto a empresa quanto os profissionais são beneficiados.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para deixar seu comentário. Conte-nos suas principais dúvidas, experiências ou sugestões sobre gestão do capital humano. Vamos lá?

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.