Enter your keyword

O que é squad e como ele pode melhorar a produtividade na sua empresa

O que é squad e como ele pode melhorar a produtividade na sua empresa

O que é squad e como ele pode melhorar a produtividade na sua empresa

Muitos administradores e gerentes de RH chegam até a Sociis perguntando o que é squad e como sua aplicação pode melhorar os resultados. Os squads fazem parte de um método que incorpora novos termos para nos ajudar a organizar nossa produção de maneira mais eficiente. 

Ainda que a nomenclatura seja nova, o conceito tem origem nas metodologias ágeis difundidas nos anos 1970 por multinacionais famosas como a Toyota. Recentemente, o termo tem voltado à voga e é adotado por empresas startups e gigantes da tecnologia como a Spotify.

Para entender melhor o que são os squads e como eles podem melhorar a produtividade em sua empresa, é só continuar lendo este artigo.

O que é squad?

O squad é uma metodologia de trabalho que tem por objetivo garantir maior aproveitamento do colaborador em todas as suas habilidades e competências. Para isso, busca maximizar a produtividade a partir do direcionamento das demandas de acordo com a capacidade de cada um. 

Na prática, isso significa agrupar os funcionários da empresa em pequenas equipes multidisciplinares. Considerando os objetivos específicos de cada trabalho, queremos compor um time capaz de atender os requisitos da entrega de maneira ampla e completa.

O squad – ou esquadrão – é composto de maneira a garantir que as habilidades do grupo sejam complementares, o que aumenta as chances de ter resultados satisfatórios. Sempre considerando as necessidades específicas de cada segmento, é claro. 

Uma vez formados, os grupos devem se organizar para atender seu objetivo de entregar no padrão de qualidade exigido. Dentro do squad, a organização deve se dar por meio da autogestão. Não existe liderança formal ou uma divisão de papéis tradicionais dentro do esquadrão. Ainda assim, pode ser interessante designar um “coordenador” que vai atuar como porta-voz do grupo na comunicação direta com a Gerência.

Quais são os benefícios de utilizar essa metodologia?

Não é por acaso que a metodologia proposta pelos squads tem ganhado cada vez mais força dentro das empresas, sobretudo negócios que lidam com tecnologia e inovação. Essa estruturação do trabalho garante um atendimento mais completo às necessidades variadas que podem coexistir em um mesmo projeto.

Para te ajudar a tomar uma decisão, separamos alguns dos principais benefícios de adotar o método dos squads.

Alinhamento e autonomia

Uma das principais características do modelo de squads é que as equipes desfrutam de certa autonomia para escolher as ferramentas e os caminhos a seguir. Isso significa que elas estão livres para escolher a melhor forma de alcançar os objetivos comuns.

Essa autonomia só é possível porque os grupos reduzidos garantem maior alinhamento entre os profissionais envolvidos. Todos sabem bem onde precisam chegar e, assim, conseguem contribuir para um processo mais eficiente. Esse processo, é claro, deve ser desenvolvido dentro dos limites da estratégia geral da organização.

Menos riscos

Outro ponto positivo de adotar os squads é que eles ajudam a diminuir significativamente os riscos envolvidos em sua produção. Ao agrupar os colaboradores em grupos menores, garantimos mais proximidade para a equipe, o que melhora a comunicação. Assim, minimizamos os riscos de falhas ou erros por mal-entendidos.

Paralelo a isso, existe um outro tipo de risco que é o eventual desligamento de um dos membros da equipe. Como os squads são multidisciplinares, todos têm uma boa noção sobre as funções de seus colegas. Isso facilita na hora de lidar com a ausência de algum dos profissionais.

Mais agilidade

Muitas vezes, a raiz de seus problemas de produtividade está na falta de agilidade nos processos internos. É preciso se organizar para evitar tarefas que não agreguem valor ao produto final e, por isso, só servem para atrasar a produção.

Com a organização por meio dos squads, criamos um núcleo de trabalho mais coeso e integrado. Dentro dele, cada membro tem funções claras que impactam diretamente no resultado. Assim, os processos se tornam mais ágeis pois contam com um método para organizar o fluxo de trabalho.

Maior engajamento

Outro fator importante para garantir bons resultados é o engajamento dos profissionais. É preciso ter mecanismos para integrar todos os funcionários, e mantê-los motivados em direção aos objetivos do squad.

O modelo aproxima os profissionais pois que trabalha com núcleos de trabalho mais compactos. Os grupos menores permitem maior integração e engajamento. Todos compartilham da mesma visão e estão alinhados para alcançar as metas coletivas. 


Produtividade no trabalho

Por fim, chegamos a um patamar onde o squad garantiu uma organização dos processos para reduzir riscos e gastos, permitiu maior alinhamento e engajamento entre os funcionários. A partir dessas otimizações, é natural que a produtividade aumente como consequência.

De fato, o squad é capaz de transformar toda a dinâmica do trabalho. A distribuição dos projetos em grupos menores traz resultados muito positivos para a organização. A empresa consegue evoluir de forma consistente e produzir mais, mesmo sem aumentar os gastos ou o volume de trabalho.

>> Leitura recomendada: [E-book] O bê-á-bá da Avaliação de Desempenho

Como se organizar a partir dos squads

A essa altura, já ficou claro como o método proposto pelos squads pode trazer benefícios diversos para sua empresa. Por isso, a metodologia tem ganhado cada vez mais espaço em diversos segmentos.

Para ajudar em sua organização, reunimos a seguir algumas definições básicas que você precisa para se organizar a partir dos squads. 

Squads (esquadrões)

Como vimos até aqui, os squads são grupos reduzidos de profissionais que trabalham juntos, com foco em um objetivo comum.

A escolha dos membros precisa ser estratégia, levando em consideração as habilidades e competências de cada profissional. Durante a seleção, é importante que o RH se reúna com as lideranças das diferentes áreas para buscar indicações. Outro caminho é o desenvolvimento de um mapeamento comportamental para identificar talentos.

Por último, é importante ter em mente o objetivo geral do squad para escolher aqueles profissionais que mais podem contribuir para o resultado final.

Chapters (divisões)

Assim como os squads, os chapters são agrupamentos orientados horizontalmente no organograma. Isso significa que eles reúnem profissionais que estão no mesmo nível hierárquico. Ainda assim, pode ser interessante manter a figura de um “coordenador”, como nos squads.

Outra diferença é que os profissionais reunidos aqui não são multidisciplinares, mas, compartilham de uma mesma função. Podemos formar uma divisão de contadores ou designers, por exemplo. A intenção é proporcionar um espaço de troca de experiências e colaboração para resolver problemas específicos da área.

Tribes (tribos)

As tribos nada mais são do que o agrupamento de dois ou mais squads que estejam trabalhando em um mesmo projeto ou em projetos complementares. 

Muitas vezes, sentimos a necessidade de desmembrar um grande de trabalho em fases. Mas, conforme o desenvolvimento avança, o trabalho dos esquadrões complementares passa a se sobrepor. Então, para facilitar a comunicação e evitar trabalho duplicado, podemos agrupar os squads e criar tribos.

Então, garantimos maior convergência do trabalho e foco no objetivo geral, que é o mais importante.

Guilds (guildas)

Diferente dos modelos anteriores, as guilds não são grupos de trabalho. O foco aqui é proporcionar um ambiente de aprendizado, a partir da troca de experiências entre diferentes esquadrões ou tribos.

São grupos independentes que, em geral, têm em comum o interesse por temas específicos de suas áreas. Essa é uma oportunidade de aproveitar uma das características da multidisciplinaridade, que é a troca entre perspectivas diferentes, sem a pressão de ter que entregar resultados. 


Novas metodologias para novas realidades

Não há como negar que a realidade do mercado hoje é de extrema competividade. O número de marcas disputando a atenção do consumidor é cada vez maior. Nesse contexto, a empresa que deseja se destacar da concorrência precisa contar com diferenciais em sua entrega.

Para a gestão dos recursos humanos, a situação não é muito diferente. O número de profissionais buscando uma colocação no mercado de trabalho nunca foi tão grande. Dentre o vasto grupo de candidatos, o desafio de selecionar os melhores fica ainda maior. É preciso oferecer boas condições de trabalho e remunerações competitivas. Esse é o melhor caminho para garantir que sua empresa será capaz de atrair e reter talentos.

Esse cenário só reafirma a importância de investir em novas estratégicas que sejam capazes de atender às novas necessidades impostas. Com diversas vantagens, o método squad oferece uma nova perspectiva para que possamos ter cada vez mais produtividade. 

Com frequência, o uso dos squads é aliado ao uso de metodologias ágeis. Essas abordagens e ferramentas garantem ainda mais qualidade nas entregas, ao diminuir o tempo gasto em cada tarefa. Assim, otimizamos os processos e garantimos resultados progressivamente melhores.

Considerações finais

Se você é empreendedor ou trabalha com gestão de recursos humanos, é essencial entender o que é squad. O método propõe uma solução prática para dar conta de projetos a partir de equipes multidisciplinares.

Não à toa, os squads ganharam popularidade em empresas de tecnologia e inovação. Seu modelo permite uma abordagem mais ampla para projetos. Para isso, utiliza-se da colaboração entre os profissionais para garantir mais produtividade para a organização. 

Em um contexto de alta competitividade, vale a pena investir em métodos e ferramentas capazes de impulsionar os resultados como os squads. Para aprender mais sobre como melhorar a produtividade de sua empresa, continue acompanhando nosso blog.

Informações sobre a autora:

Bianca Andrade
Psicóloga e Co-Founder da Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.