Enter your keyword

10 Vantagens para implantar o RH estratégico em sua empresa

10 Vantagens para implantar o RH estratégico em sua empresa

10 Vantagens para implantar o RH estratégico em sua empresa

Os talentos de uma empresa se transformaram em um dos ativos mais importantes. Em vez de serem visto como números, os profissionais passaram a ser enxergados como são: parte fundamental do sucesso. Com isso, a atuação do time de recursos humanos também mudou, o que levou à criação do RH estratégico.

Cada vez mais utilizado atualmente, oferece resultados únicos para todo tipo de empresa. No entanto, precisa ser colocado em prática de forma estruturada, pois isso determina o êxito de seu uso.

Você sabe qual a diferença entre RH tradicional e estratégico? E entende o porquê ele tem uma função valiosa? Conheça as principais vantagens de se implantar esse método em sua empresa!

O que é RH estratégico?

O RH estratégico é protagonista juntamente à diretoria na concepção e desenvolvimento do processo estratégico do negócio. Em vez de apenas desenvolver atividades operacionais, o setor é essencial para apoiar a tomada de decisão e avaliar o sucesso do negócio.

Isso é possível porque a atuação acontece com base em objetivos estratégicos. A intenção é fazer com que a área ajude a empresa a conquistar as metas definidas, como de crescimento ou fortalecimento.

Gestão Estratégica de RH

Qual a diferença entre RH tradicional e estratégico?

A principal diferença está no resultado. Logo, o RH estratégico é mais eficiente para o crescimento da instituição. Isso porque, enquanto o RH tradicional ocupa-se somente com questões burocráticas e rotinas, o estratégico trabalha com foco em metas. Além disso, há outros pontos que merecem atenção. Veja quais são!

Menos burocracia

Com uma atuação estratégica, o RH lida menos com burocracia, agiliza processos e passa a simplificar as etapas. Afinal, não são as tarefas repetitivas que levam o negócio mais longe! Por isso, o setor passa a atuar de maneira muito mais eficaz e dinâmica, em comparação com o modelo tradicional.

Mais diversidade e inovação

A maior adoção de tecnologia e o uso de recursos ligados à diversidade de atuação estão entre os pontos de destaque no RH estratégico. É possível conquistar outra dinâmica de trabalho e obter incríveis resultados na captação de novos talentos, por exemplo, a partir de softwares de recrutamento e seleção, ferramentas de mapeamento de perfil comportamental e propostas de gamificação.

Melhoria na comunicação interna

A atuação estratégica no negócio requer muito alinhamento e sinergia. Por isso, a implementação de um RH do tipo traz uma comunicação interna reforçada. É possível obter um nível maior de participação de diversos setores, de modo que o RH tenha um trânsito otimizado entre todos os pontos.

Onde surgiu o RH estratégico?

O conceito surgiu em meados dos anos 1980, em estudos desenvolvidos por instituições renomadas — a Michigan Concept e a Harvard Concept.

Para Michigan Concept, RH estratégico é a soma dos fatores planejados e suas ações devem ser elaboradas de acordo com a missão, a estrutura e a estratégia da empresa. Seguindo a mesma lógica, a Harvard Concept apresenta o RH estratégico como um agente proativo e construtor do planejamento estratégico de uma organização.

De fato, as atividades do RH tradicional são essenciais a todas às empresas. Estamos falando aqui do posicionamento e da importância do RH criar e gerir uma cultura organizacional sólida.

Nesse sentido RH estratégico é capaz de otimizar o desempenho geral do negócio, por meio da conquista de melhorias relevantes em diversos indicadores.

Vantagens-em-implantar-o-RH-Estratégico-na-empresa

Quais as vantagens de implementar o RH estratégico?

Fazer a transformação do setor tradicional para a área com caráter gerencial gera diversas vantagens. Conhecê-las é essencial para entender que, de fato, vale a pena encarar o processo de mudança. A seguir, veja quais são os 10 maiores benefícios de implementar o RH estratégico!

1. Alinhar a gestão de pessoas às perspectivas da companhia

Um dos grandes desafios das corporações é identificar colaboradores que compartilhem de seus princípios e alinhá-los quanto à perspectiva de trabalho e cultura organizacional.

Segundo Chiavenato, talentos que têm claras a missão e os valores compreendem melhor como conduzir seus trabalhos e tem uma noção mais clara de seu papel na empresa. E para isso integração é a chave mestra!

Com o RH estratégico, é possível unir propósitos e ideias à atuação, o que cria direcionamentos específicos sobre a maneira certa de agir.

2. Maior eficiência no recrutamento e seleção de pessoas

Por falar nisso, o RH estratégico tem um trabalho muito meticuloso na hora de contratar pessoas e coordená-las. No recrutamento o RH estratégico busca identificar a pessoa que melhor se encaixa naquela cultura organizacional. Por outro lado, quando se fala de reter talentos, é preciso que o funcionário tenha contrapartidas, tais como:

●    salário: o salário reflete, além da compensação pelo trabalho prestado, o reconhecimento da empresa pelo empenho do funcionário;

●    benefícios: a prática de conceder benefícios, como vales e plano de saúde, deixa claro para o colaborador que a empresa sabe de suas mais diversas necessidades e o ajuda nesse sentido;

●    feedbacks positivos e construtivos: é um péssimo sinal quando um funcionário recebe uma ligação do RH e sente medo. O RH estratégico deve ter o propósito de ajudar o empregado a crescer pessoal e profissionalmente e não apenas criticá-lo.

Ebook Processos Seletivos Estratégicos

3. Redução do turnover

Com uma seleção melhor e um onboarding de qualidade, é possível aumentar a retenção de talentos. Afinal, a rotatividade não é uma prática construtiva e atrasa o avanço da empresa. Ao reconhecer o papel do colaborador, manter a comunicação aberta e proporcionar conforto ao funcionário, esses pontos são trabalhados corretamente.

Isso tem tudo a ver com a atuação estratégica porque a redução do turnover também leva a custos e esforços menores. Para completar, é uma excelente maneira de estabelecer diferenciais competitivos no negócio, já que um time engajado é mais produtivo.

4. Integração de funções

O bom desempenho de um profissional novo na empresa é o resultado de uma integração bem-sucedida. Com treinamentos bem aplicados, o novo membro irá se ambientar social e culturalmente.

Entretanto, é importante também que este novo funcionário tenha uma visão global. Para introduzi-lo nesse sentido, atividades de integração são muito mais eficientes que discursos motivacionais.

Por exemplo, colocando-se novos funcionários em contato com outros setores, estes visualizarão as metas e ambições da empresa de outro ângulo e desenvolverão um entendimento apurado do todo.

5. União de competências diversas

Uma padaria não se faz somente de padeiros, assim como uma empresa não sobrevive apenas com um tipo de profissional. A variedade de competências é algo inestimável numa companhia que queira prosperar. Com profissionais de visões diferentes é possível olhar de forma mais crítica para as questões do dia a dia e pensar soluções de diversos ângulos.

Nesse sentido, o RH estratégico busca pessoas de formações, competências e personalidades distintas para que estas ajudem a empresa a desenvolver diversas frentes visando uma meta comum.

Além de tudo, o setor tem o papel de auxiliar ajudar a integrar todas essas habilidades rumo aos objetivos do negócio. Assim, é possível obter o máximo aproveitamento dos colaboradores.

6. Maior desenvolvimento dos profissionais

Tão importante quanto contratar as habilidades corretas é desenvolvê-las de maneira contínua. Por isso, o RH com pegada estratégica também se preocupa com a progressão de capacidade dos colaboradores.

Por meio de treinamentos, aperfeiçoamentos e até outras atividades e parcerias, é possível garantir que os profissionais aumentem seus conhecimentos. Isso ajuda a gerar mais qualidade de atuação e maior nível de produtividade.

No entanto, também é útil para oferecer maior satisfação às pessoas. Por sentirem que a empresa se preocupa com seu desempenho, ficam engajados e há um nível maior de retenção.

7. Economia de recursos

Por todas as suas características, o RH estratégico é determinante para reduzir os custos de atuação do negócio. Com menor perda de talentos, por exemplo, há menos gastos com novas contratações e treinamentos.

Também há redução nos erros, elevação na capacidade de atuação e máxima integração aos objetivos. Não apenas o dinheiro é utilizado de maneira melhor, como outros recursos, tais quais o tempo e o capital humano.

O melhor aproveitamento faz com que a empresa consiga entregar mais em menos tempo e com qualidade ampliada.

8. Menor verticalização

A verticalização tem sido desconstruída, principalmente em empresas inovadoras. E isso significa que o dia a dia delas está menos burocrático, mais ágil e objetivo.

O RH estratégico acompanha a tendência de horizontalização por tornar o relacionamento entre líderes e colaboradores fluido, transparente e prático. A menor verticalização torna o funcionário confiante e faz com que ele se sinta parte do negócio e, consequentemente, tenha uma relação ainda mais rica com a empresa.

9. Auxílio na tomada de decisão

A atuação ligada ao caráter gerencial faz com que essa área tenha um papel fundamental na tomada de decisão. O RH desse estilo tem uma visão completa e detalhada sobre o negócio e consegue identificar melhor as ameaças e as oportunidades.

Além disso, há o uso das ferramentas certas para gerar relatórios e inteligência de negócios. Dessa forma, a área fornece os subsídios certos para que a gestão tome decisões melhores.

Na prática, isso reduz os riscos de erros e reforça as chances de o gerenciamento atuar de maneira ainda mais embasada e funcional.

10. Aumento na vantagem competitiva

O posicionamento da empresa, em relação ao mercado externo, também passa a ser diferente com a atuação desse setor. O aumento de produtividade e a elevação de qualidade são aspectos essenciais para conquistar os clientes e se destacar da concorrência.

A atuação ainda reforça a marca do empregador ou employer branding. Desse modo, é possível atrair os melhores talentos do mercado, o que também facilita a etapa de seleção e recrutamento.

No geral, é uma excelente maneira de diferenciar o negócio e de aumentar a competitividade. Assim, a empresa consegue alcançar os objetivos estratégicos, como recuperação ou crescimento.

Desafios-do-RH-Estratégico

Quais são os principais desafios do RH estratégico?

Após a mudança bem-sucedida, é possível já obter os primeiros resultados positivos. No entanto, é preciso considerar que o setor encara alguns novos desafios. Ao se preparar para eles, é mais fácil maximizar a atuação. A seguir, veja quais são os principais desafios da área!

Transformação do mindset da empresa

A mudança tem que ser estruturada e acontecer de dentro para fora. Não basta implementar uma série de novos processos se eles não forem incorporados pela empresa. Por isso, um dos maiores obstáculos é a mentalidade apegada ao RH tradicional.

Logo no início, é preciso convencer a gestão sobre o potencial de atuação diante da transformação. Depois, é essencial incluir os colaboradores nessa mudança e mostrar como ela pode ser positiva para as equipes. Sem isso, a estratégia não dá tão certo quanto o esperado.

Uso de ferramentas completas

Como visto, um dos aspectos de diferenciação do RH estratégico é que ele apresenta bastante inovação. O problema é que nem sempre é fácil encontrar alternativas adequadas ao contexto do negócio.

É preciso buscar plataformas e recursos completos e que ajudem a garantir o melhor desempenho. A busca requer algum nível de paciência e a consideração sobre todos os pontos relevantes de uso. Somente após entender que ela se aplica ao contexto é que há a implementação, que também exige bastante preparo.

Acompanhamento de resultados

Com a integração e com o uso dos recursos certos, é mais fácil verificar o desempenho de todo o negócio. Porém, o RH estratégico precisa aprender a lidar com uma quantidade muito grande de dados e a contextualiza-los.

A adoção das ferramentas corretas auxilia esse processo, mas, ainda assim, costuma ser desafiador fazer essa transição. Por isso, ter um time capacitado e até o apoio de uma consultoria externa é essencial para driblar essa dificuldade e alimentar a gestão da maneira adequada.

O RH estratégico é a solução dos problemas humanos nas organizações. Ele tem por objetivo criar um ambiente produtivo e saudável. Com os diversos benefícios obtidos pela mudança, fica claro por que vale a pena fazer a transição.

Já que a inovação tem tudo a ver com esse modelo, veja quais são 4 tecnologias importantes para o RH.

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.