Enter your keyword

Entrevista de competência: uma excelente ferramenta a se trabalhar!

Entrevista de competência: uma excelente ferramenta a se trabalhar!

Entrevista de competência: uma excelente ferramenta a se trabalhar!

A entrevista de competência é uma metodologia que pode ser usada para otimizar os processos seletivos. Seu principal objetivo é mensurar as habilidades de cada candidato ao cargo e, assim, fazer a melhor escolha.

É o caso de analisar o nível de conhecimento em um idioma, procedimento ou recurso. A partir disso, obter o melhor alinhamento. Embora a premissa seja simples, muitos gestores de RH ainda têm dificuldade de incorporar o processo. Afinal, ele deve ser implementado de forma altamente estratégica.

Para que não restem dúvidas, é preciso explorar a entrevista de competência como ferramenta de seleção e saber utilizá-la. Continue com a leitura e entenda como!

As vantagens do recrutamento por esse método

Um dos aspectos mais relevantes de adotar essa abordagem é a chance de criar uma seleção objetiva. Ao conhecer as competências importantes e fazer a análise dos perfis, fica fácil contratar a pessoa que se adéqua à vaga. Isso aumenta as chances de conquistar resultados melhores no futuro.

Também é um modo de otimizar a aderência do novo contratado e, portanto, de diminuir a rotatividade. É algo que fortalece a coesão e a atividade do time, já que pode demorar até 2 anos para um novo colaborador se ambientar totalmente e alcançar a produtividade do restante do grupo.

Com processos mais simples e efetivos, os custos diminuem e a atuação passa a ser especialmente estratégica.

Ebook Processos Seletivos Estratégicos

As competências que devem ser avaliadas

Na hora de fazer uma entrevista de competência é preciso ter em mente quais serão os pontos avaliados. Nem todos os cargos exigem certa habilidade comportamental ou o conhecimento técnico em um assunto.

O ideal é verificar o que pede cada área e, principalmente, cada cargo. Um gerente de logística precisa de organização, comunicação e conhecimento quanto aos métodos de armazenamento e expedição. Já um analista financeiro deve ser pragmático e entender sobre balancetes e geração de diversos relatórios.

Ao mesmo tempo, um cargo júnior não exige aprofundamento igual ao de um sênior. Então, tudo isso tem que ser considerado para definir o que fará com que uma pessoa seja contratada em detrimento das outras.

A condução de uma entrevista de competência de sucesso

Para utilizar todo o potencial dessa ferramenta, a entrevista deve ser conduzida corretamente. Para que não restem dúvidas sobre o que fazer, veja alguns aspectos para considerar.

Analise o currículo com antecedência

A preparação é uma parte fundamental para esclarecer dúvidas a respeito de certas habilidades e para testar o que é dito no currículo. Portanto, o resumo profissional deve ser lido com antecedência, pois é o que vai direcionar a avaliação durante a entrevista.

Veja se alguma experiência equivale ao cargo pretendido, confira se há uma habilidade que parece não se encaixar e identifique as competências não citadas que devem ser verificadas. Assim, o encontro é mais produtivo.

Mantenha o controle da entrevista

Para obter a objetividade, é importante que o entrevistador tenha o controle sobre o processo. A intenção é fazer o máximo possível de perguntas para entender quem é o candidato e o que ele pode oferecer.

Ao agir dessa forma, você evita se perder ou prolongar demais um assunto que não está entre as prioridades de avaliação. Além disso, é um bom jeito de entender como o profissional reage em uma situação como essa.

Deixe espaço para o candidato falar

Ao mesmo tempo, é importante deixar que o indivíduo fale, de modo a conhecê-lo melhor. Isso diminui as chances de ele ter respostas prontas ou que seguem um roteiro.

Vale a pena fazer algumas perguntas abertas, como “O que você fez em determinada situação? Como se sentiu?”. Pergunte, também, como os colegas o descrevem, em vez de questioná-lo quanto a pontos fracos e fortes.

Ao final, peça que ele fale, brevemente, sobre o que considera relevante e que não foi perguntado. Ao não criar perguntas fechadas, fica mais fácil ter um panorama do profissional.

A entrevista de competência é objetiva e promete garantir total efetividade. Com a adoção correta, é simples encontrar o candidato certo para cada posição.

Se quiser muitas outras dicas relevantes, assine a nossa newsletter e não perca nada!


Equipe Sociis RH

Um Comentário

  1. Adila
    jan 7, 2020

    Parabéns bom toque e estratégia !!

Comente

Seu e-mail não será publicado.