Enter your keyword

Avaliação Comportamental: por que utilizá-la em sua empresa?

Avaliação Comportamental: por que utilizá-la em sua empresa?

Avaliação Comportamental: por que utilizá-la em sua empresa?

A Avaliação Comportamental tem se mostrado uma importante forma de realizar não apenas melhores contratações, como também de reduzir a perda de bons profissionais. O uso de diferentes métodos de avaliação de desempenho técnico não são suficientes para evidenciar o comportamento dos colaboradores, que é um fator importantíssimo para a construção e manutenção de uma cultura organizacional forte.

Neste artigo, vamos explicar o que é uma avaliação comportamental e qual é a sua relação com o fit cultural. Além disso, vamos mostrar o que uma empresa precisa para aplicar essa ferramenta em seus processos do RH e quais são as competências comportamentais mais exigidas pelo mercado atualmente. Confira!

O que é uma avaliação comportamental?

A avaliação comportamental é uma análise que busca compreender a forma como cada indivíduo se comporta frente a determinadas situações do cotidiano. Existem diferentes tipos de metodologias de avaliação utilizadas no mercado, mas todas elas têm o mesmo objetivo: determinar as principais características comportamentais de uma pessoa.

Qual é a relação do comportamento com o fit cultural?

A cultura organizacional representa o coração de uma empresa. É ela que determina a forma como os colaboradores vão se comportar perante seus colegas, gestores, clientes e fornecedores. Quando um novo profissional chega na empresa, é fundamental que ele compartilhe dos mesmos princípios e valores da organização, para que haja o que chamamos de fit cultural.

Sem esse alinhamento, essa pessoa pode sofrer um grande desconforto em ter que agir de uma forma que não condiz com o que acredita ser o correto. Suas entregas tendem a não ter uma boa qualidade e a sua permanência tende a não ser muito longa, aumentando o índice de turnover.


>> Leitura Recomendada: [E-book] O bê-á-bá da Avaliação de Desempenho


Como fazer uma avaliação comportamental? 

Avaliar comportamentos não é uma tarefa simples. Ela requer o apoio de profissionais capacitados especificamente para isso, bem como o uso de metodologias e ferramentas que tornam o processo mais ágil e eficaz. Veja algumas das providências mais importantes a serem tomadas em uma empresa que deseja adotar a avaliação comportamental em seus processos do RH.

Tenha profissionais de RH capacitados para a realização das análises dos resultados dos testes

A avaliação comportamental envolve o uso de metodologias de avaliação muito sérias, que não devem ser realizadas por qualquer tipo de pessoa. A interpretação correta dos dados é crucial para a obtenção de resultados idôneos e seguros, que consigam traduzir a essência de cada avaliado. Por isso, é fundamental contar com profissionais capacitados, que estejam aptos a realizar análises comportamentais mais aprofundadas. 

Saiba quais são as competências comportamentais mais adequadas para a sua organização

A avaliação comportamental identifica as características de cada pessoa, mas não é capaz de determinar, sozinha, se ela é interessante ou não para a organização. Para isso, é preciso conhecer as competências comportamentais existentes e mapear aquelas que podem proporcionar mais benefícios ao negócio.

Cada empresa tem suas particularidades e isso deve refletir em sua cultura e nas competências buscadas em seus colaboradores. Os objetivos organizacionais também exercem uma grande influência nesse ponto, já que podem interferir na forma como as pessoas precisarão lidar com as decisões a serem tomadas em seu dia a dia. Afinal, uma empresa que visa expansão territorial tem desafios diferentes de uma que visa aumento na fidelização da base de clientes.

Escolha a metodologia de avaliação ideal para o cenário da empresa

Existem diferentes formas de avaliar as competências comportamentais de uma pessoa. Cada metodologia traz uma abordagem específica, que ajuda a compreender os indivíduos a partir de um determinado ponto de análise. A escolha do método de avaliação deve ser feita de forma criteriosa, considerando a situação atual da empresa e seus objetivos.

Quem deve assumir essa responsabilidade é o profissional de RH, que precisa contar com o apoio da organização para que essa definição seja eficiente. A diretoria deve estar aberta a compartilhar suas estratégias para que a gestão de pessoas consiga compreender o cenário de forma mais detalhada e, assim, fazer a melhor escolha.

 

Quais são os comportamentos mais valorizados na atualidade?

Há várias competências comportamentais que um bom profissional deve apresentar, mas algumas delas, são mais exigidas que outras. Abaixo, listamos os comportamentos que mais se encaixam na maioria das organizações e que, por isso, têm sido os mais buscados no mercado.

Equilíbrio emocional

O equilíbrio emocional é a qualidade de um indivíduo de controlar as suas reações frente a situações mais extremas. Não é sobre não sentir, mas sobre saber lidar melhor com aquilo que sente, sem deixar que isso afete a sua produtividade. É uma competência mais difícil de desenvolver, o que a torna ainda mais valorizada.

Liderança

A liderança é a capacidade de tomar responsabilidades para si e de influenciar as pessoas ao redor a seguir seus passos. Apesar de ser uma característica indispensável para os cargos de gestão, ela também é altamente benéfica em outros tipos de cargos, onde pequenas decisões precisam ser tomadas no dia a dia para tornar os processos mais fluidos e eficazes.

Criatividade

A criatividade é uma competência que permite que o profissional pense além de suas funções habituais, o famoso “pensar fora da caixa”. Ela é essencial para negócios ligados à inovação ou aqueles que desejam expandir seus horizontes. Pessoas criativas são ótimas em trazer soluções diferenciadas e em engajar os colegas em novos desafios.

Comunicação

A comunicação é uma habilidade que ajuda a tornar a rotina mais simples e a dar mais fluidez aos processos do dia a dia. Uma pessoa que se comunica bem é capaz de deixar as equipes mais unidas, agilizar a entrega das demandas e melhorar a qualidade do que é feito por ela e por seus pares.

Como vimos, a avaliação comportamental vai muito além de uma simples análise de comportamentos das pessoas. Trata-se de um conjunto de providências que visam compreender mais a fundo quem são os profissionais da empresa e como eles podem ajudá-la a se desenvolver no mercado. O uso dessa ferramenta pode ser o que faltava para o seu RH se destacar e promover uma grande mudança na organização.

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.