Enter your keyword

Entenda como funciona a participação nos lucros e resultados

Entenda como funciona a participação nos lucros e resultados

Entenda como funciona a participação nos lucros e resultados

O valor do salário não é o único fator que desperta interesse nos colaboradores de um negócio. Um estudo demonstrou, por exemplo, que 67% dos brasileiros preferem mais benefícios a um salário maior. Nesse sentido, uma das melhores possibilidades de distribuir benefícios é a participação nos lucros ou resultados.

A PLR, como é comumente conhecida, é uma forma de recompensar os colaboradores em função dos resultados obtidos pelo negócio. Por meio dela, a empresa divide parte dos seus rendimentos com os profissionais. Normalmente, o pagamento é definido por meio de acordos coletivos. Mas, atenção! Não se trata de um direito trabalhista e cada empreendimento escolhe oferecer ou não essa possibilidade.

Quer entender melhor como funciona a participação nos lucros e resultados? Então, continue a sua leitura!

O que é a participação nos lucros ou resultados (PLR)?

Trata-se de uma forma de bonificação concedida pela companhia que tem como principal finalidade reter talento e tornar os colaboradores mais motivados. É um benefício expresso na Constituição Federal e na CLT, regulamentado por meio da Lei nº 10.101/2000. Contudo, para que a empresa aplique o sistema de PLR ela precisa cumprir algumas normas estabelecidas na legislação.

Os valores pagos não possuem natureza salarial, nem pode substituí-lo ou complementá-lo e, por este motivo, não incide sobre eles encargos previdenciários, trabalhistas ou tributos.


Como a participação nos lucros ou resultados é calculada?

O cálculo da PLR é realizado com base nos lucros ou resultados obtidos pela empresa. Algumas adotam o pagamento em valores iguais para todos os membros da equipe, independentemente do cargo exercido. Já outras, optam pelo pagamento proporcional ao salário referente à função de cada um.

Cada organização define em conjunto com o sindicato da categoria, como a PRL será distribuída entre os funcionários. Normalmente, o cálculo tem como base a produtividade, o faturamento ou receita liquida, a taxa de crescimento do negócio, a qualidade do serviço prestado, etc.

Produtividade

Grande parte das empresas trabalham com metas. Nesse caso, é necessário atingir certos resultados para ter direito a PLR integral. Em algumas situações, as companhias já bonificam os colaboradores quando os objetivos são alcançados. Assim, paga-se um percentual ao estipulado previamente como forma de participação nos lucros.

Faturamento

No critério faturamento, são considerados os valores e lucro obtido no ano em exercício, as metas de crescimento pactuadas e o percentual de contribuição de cada equipe/setor para os resultados. A empresa pode decidir, por exemplo, qual valor será distribuído, conforme os índices de crescimento e lucratividade.

Taxa de crescimento do negócio

É natural que as empresas queiram ampliar seu market share, verificar como está sua participação no mercado diante de empresas similares ou do mesmo segmento, ou mesmo entender o funcionamento do setor onde opera e traçar alternativas para conquistar mercado. À medida que conseguem expandir sua fatia de participação no mercado, podem recompensar as equipes pelo resultado.

Qualidade do serviço prestado

É normal que as empresas realizem auditorias internas para averiguar se os processos estão sendo executados da forma correta e se o negócio é sustentável, no médio e longo prazo. Caso não estejam trabalhando de modo sustentável, os funcionários podem perder uma quantia do montante do PLR.

Como as empresas têm usado esse recurso para melhorar o desempenho do time?

A participação nos lucros e resultados tem sido usada para tornar o time mais produtivo e engajado, recompensar os funcionários pela dedicação, além de ser um estímulo para assegurar a permanência dos trabalhadores.

O propósito dos trabalhadores é crescer junto com a empresa na qual trabalham, e a PLR pode ser um ciclo importante nesse processo: já que o funcionário colabora para o negócio se desenvolver e a organização retribui dividindo uma parte do seu lucro, motivando-o ainda mais a alcançar novas metas.

Guia construção equipe alta performance

Como o pagamento da participação nos lucros e resultados é realizado?

A PLR pode ser paga 02 vezes no ano ou em uma única parcela. De acordo com o artigo 3º, parágrafo 2º da Lei nº 10.101/2000, é vedado o pagamento de participação nos lucros e resultados da companhia em mais de duas vezes no mesmo ano civil e em período inferior a um trimestre civil.

Todos os colaboradores têm o direito de receber a mesma quantia de PLR?

A participação nos lucros e resultados é uma bonificação, e apesar de todos os funcionários estarem inseridos no sistema, é possível que a companhia defina metas e indicadores de desempenho para que o montante seja pago. Isso quer dizer que, aspectos como o nível hierárquico, área de atuação e alcance de metas individuais podem ser um fator a ser analisado para uma quantia diferente de PLR.

Como implementar a participação nos lucros da empresa?

Para implementar a participação nos lucros de forma adequada, é importante que algumas estratégias sejam aplicadas. Veja as principais!

Defina metas alcançáveis

Para implementar essa gratificação, é recomendado estabelecer algumas metas de lucro ou resultado. Se elas forem alcançadas, todos ganham. Do contrário, não há a PLR no ano em questão. Acima de tudo, é uma forma de ampliar a motivação e o engajamento, o que melhora substancialmente os resultados do negócio.

Para que tudo funcione, tome cuidado para não definir valores inatingíveis. Estabelecer objetivos inalcançáveis apenas para divulgar a existência de PLR só causa desmotivação e insatisfação. Com a ajuda de relatórios, análises de mercado e projeções, estabeleça um lucro interessante e viável, que levará efetivamente à distribuição.

Considere a visão dos sindicatos

Os acordos coletivos são o principal caminho para a definição de como funcionará a participação nos lucros ou resultados. Nessa negociação com os sindicatos de cada categoria, são definidas questões como valores e forma de distribuição.

Como já foi dito, alguns acordos determinam um pagamento de valor fixo e homogêneo, enquanto outros preveem diferenças entre cargos e/ou níveis de desempenho. O importante é negociar condições que beneficiem ambos os lados.

Implemente o que foi acordado

Nenhuma empresa é obrigada a oferecer a PLR. No entanto, a partir do momento em que ela se compromete a fazer isso em acordo coletivo, tem que torná-la efetivo. Ou seja, se as metas forem alcançadas, garanta que tudo o que foi previsto seja cumprido.

A única obrigação legal é que o pagamento deve ocorrer em uma parcela. Isso é importante para evitar fraudes nos salários, já que o montante extra não sofre a incidência de alguns impostos, com a contribuição para o INSS.

Financeiramente, é indispensável provisionar os recursos e fazer o planejamento do pagamento, o que garante segurança para que tudo ocorra dentro das condições estabelecidas no acordo coletivo.

Assegure que tudo seja feito com transparência

Uma das questões mais importantes sobre a distribuição dos lucros ou resultados é a transparência. Uma vez que o negócio decida oferecer esse tipo de incentivo, é essencial que a empresa aja de maneira totalmente transparente.

Os lucros têm que ser divulgados de modo amplo por meio da comunicação interna, assim como os valores de participação. Se houver diferenças de índices entre profissionais, esses devem estar claros e alinhados com o acordo coletivo. Tudo isso favorece o monitoramento e garante que o processo ocorra de um jeito justo.

Agora você entende como funciona a participação nos lucros e resultados, e sabe que é uma forma de incentivar e motivar colaboradores, vale a pena contar com ajuda de uma empresa especializada no assunto, como a SOCIIS RH. Isso garante a elaboração de uma política robusta e que oferece bom desempenho.

Gostou deste conteúdo? Caso queira ter acesso a materiais sobre outros assuntos interessantes, não deixe de assinar agora mesmo a nossa newsletter e receber todos conteúdos com exclusividade!

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.