Enter your keyword

Big Data no RH: Saiba como utilizar de forma estratégica

Big Data no RH: Saiba como utilizar de forma estratégica

Big Data no RH: Saiba como utilizar de forma estratégica

O papel do setor de RH nas empresas foi drasticamente transformado nos últimos anos. O advento do chamado RH 4.0 trouxe uma abordagem muito mais estratégica para o departamento: o foco deixou de ser em atividades meramente operacionais e foi transferido para questões mais profundas, como a busca de alternativas para reduzir a taxa de turnover, capacitação de colaboradores, melhora do clima organizacional, visando o aumento da produtividade, entre outras.

Dentro desse novo contexto, o Big Data no RH é de extrema relevância.

Veja, abaixo, de que forma o Big Data pode ser utilizado estrategicamente na gestão de pessoas dentro do RH.

Gestão Estratégica de RH

Avaliações internas de desempenho e retenção de talentos

No campo de gestão de pessoas, o termo People Analytics é utilizado para designar todo o processo de coleta, análise e atribuição de significado a dados sobre pessoas, mais especificamente o público interno. Ou seja, é a captura e interpretação de informações sobre o comportamento e desempenho dos colaboradores, que sejam úteis para a organização.

A primeira vantagem de utilizar o Big Data no RH é a possibilidade de medir a performance individual dos colaboradores. Assim, é possível verificar quais pontos deixam a desejar, em que tipo de atividade cada um se destaca e, assim, construir um plano de carreira bem estruturado. Por consequência, isso vai aumentar a retenção de talentos, pois esses colaboradores vão ver a oportunidade de progredir dentro da própria empresa.

Ainda em relação à retenção de talentos, é interessante que o Big Data também reúna dados coletados em entrevistas de desligamento. Assim, os gestores podem observar quais são os fatores responsáveis pela saída de profissionais da empresa, atuando para solucioná-los.

Big Data no RH ajuda a identificar falhas em processos internos da organização

Muitas vezes, o baixo desempenho de um colaborador, ou de todo um setor, não está ligado necessariamente ao comprometimento e habilidade do funcionário, mas à ineficiência do processo em que ele está inserido.

Com o Big Data, também é possível mapear esse tipo de falha e intervir precocemente, evitando que a empresa gaste recursos financeiros e de tempo por conta dela.

Além disso, também é uma forma de potencializar a produtividade e eficiência do departamento em questão.

Treinamento e capacitação assertivos

No primeiro tópico, foi mencionado que o Big Data no RH ajuda a avaliar o desempenho dos colaboradores. Naturalmente, ele mostra aqueles pontos que precisam ser aprimorados para o exercício de cada função. É bem possível que esses pontos se repitam com vários funcionários: esse é um indicativo de que o RH precisa pensar em um programa de treinamento ou capacitação com esse foco.

A melhora contínua da equipe é uma das tarefas mais importantes do RH, especialmente nessa abordagem 4.0.

Mas de nada adianta promover diversos cursos se eles não estiverem em conformidade com as reais necessidades do time. Por isso, o People Analytics é uma ferramenta que mostra em que tipo de capacitação vale a pena investir, garantindo que haja um maior retorno sobre esse investimento.

Quer saber mais sobre os benefícios do Big Data no RH? Acompanhe nosso Blog, temos conteúdos novos toda semana! Assine nossa newsletter no formulário abaixo e receba estes conteúdos por e-mail.

Informações sobre a autora:

Bianca Andrade
Psicóloga e Diretora de Recursos Humanos da Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.