Enter your keyword

6 formas de conquistar a diretoria para aprovar projetos de RH

6 formas de conquistar a diretoria para aprovar projetos de RH

6 formas de conquistar a diretoria para aprovar projetos de RH

Sabemos que para o setor de RH funcionar de forma eficiente, é preciso investir e identificar as soluções estratégicas para melhorar sua atuação. Esses aspectos podem estar presentes em projetos de RH elaborados pela própria equipe.

No entanto, solicitar a aprovação de projetos vai requerer bastante esforço para convencer a diretoria. Alguns fatores podem aumentar a chance de aprovação. É o que vamos conhecer no texto de hoje.

Aqui você vai conhecer algumas dicas de como estruturar a solicitação de aprovação de projetos e descobrir a importância e os dados que ajudam na argumentação. Também perceba como deve ser o momento para esse pedido. Confira!

1. Exponha de maneira clara o problema a ser resolvido

É comum que os profissionais que vão apresentar projetos de RH enumerem diversas informações para seus diretores. Por mais que essas informações sejam verdadeiras, elas podem fazer confundir.

Por isso é importante expor de maneira clara o problema a ser resolvido. Sempre é essencial organizar essas informações da mais simples para a mais complexa.

Comece falando sobre o problema pontual e apresente números e pesquisas sobre ele. Somente em seguida apresente outros problemas. Dessa maneira, a diretoria vai compreender o ponto principal dos projetos de RH, considerando-os relevante e aumentando as chances de serem aprovados.

2. Demonstre porque os projetos são necessários

Apresentados os problemas que os projetos de RH visam resolver, é importante atribuir a necessidade e urgência deles. Isto é, apresentar a relação de benefícios que eles podem trazer para empresa nos próximos meses.

Também é relevante mostrar o oposto. Demonstre quais são as perdas que a empresa vai ter caso não os realizar o mais breve possível ou no prazo determinado.

3. Mostre como colocar os projetos de RH em prática

Não basta apresentar os problemas e as vantagens ou consequências dos projetos. É preciso mostrar como eles devem ser colocados em prática. Afinal os diretores precisam entender a viabilidade desses projetos.

Nesse sentido, é importante explicar como eles vão funcionar detalhando os objetivos a serem alcançados e o principalmente o passo a passo completo de todas as etapas. É interessante também incluir nessa parte os possíveis riscos e como serão contornados. Isso transmite credibilidade e aumenta as chances de eles serem aceitos.

4. Apresente os custos do investimento

Muitas vezes o projeto vai demandar recursos extras para que sejam aprovados. Isso porque eles podem requerer contratação de profissionais, aumento de bonificações para a equipe, compra de equipamentos, por exemplo.

Nesse sentido, é importante demonstrar quais os custos envolvidos nos projetos. Assim a diretoria terá noção exata da dimensão do investimento que será necessário para a sua implementação.

5. Argumente com apoio de indicadores de desempenho

Indicadores de desempenho ajudam a apresentar qual é a demanda atual da empresa, quais estratégias e atividades devem ser desenvolvidas pelo setor de RH. São também importantes para servirem de argumentos para demonstrar a qualidade dos projetos. Neste caso vamos listar 2 que podem ser usados como apoio:

5.1. ROI

O ROI é uma sigla em inglês que pode ser traduzida como Retorno Sobre Investimento. Ele é vastamente utilizado pelas empresas para mensurar o cálculo dos resultados de uma determinada área ou ação específica.

O uso do ROI no setor de RH é bastante interessante, pois ajuda a demonstrar a viabilidade dos projetos de RH. Eles indicam se os investimentos realizados na área podem gerar retorno para organização.

Calcular o ROI é simples. Basta fazer a subtração do custo do investimento pelo lucro do investimento. Em seguida, realize a divisão desse valor pelo custo do investimento.

Vamos trabalhar com um exemplo. Imagine que para implementar os projetos de RH você precise do valor de R$ 3.000,00 Com a aplicação desses projetos foi possível observar o lucro na empresa em torno de R$ 15. 000,00.

Usando a fórmula, tem-se o ROI igual a 4. Em termos práticos isso quer dizer que o investimento realizado foi de 400% em relação ao valor investido, ou seja, a empresa ganhou com isso.

5.2. Taxa de turnover

Essa taxa tem o objetivo de mensurar a rotatividade da empresa. Ela se baseia número de funcionários contratados e desligados durante determinado período. Se a taxa for alta, em razão de desligamentos, indica que a empresa pode estar perdendo talento para o mercado, ou que está em desvantagens perante a concorrência. Por isso, é sempre bom monitorar esse KPI. Ele pode servir como balizador para se manter ou não as políticas que a empresa tem adotado no quesito Pessoal.

Para calcular essa taxa é simples: basta contabilizar as rescisões voluntárias e involuntárias ao longo de determinado prazo. Em seguida, utiliza-se esse valor para dividir pelo número de colaboradores médio durante o mesmo prazo. Por fim, multiplique esse número por 100 para alcançar uma porcentagem.

6. Adote uma abordagem correta ao falar com a diretoria

Por mais que você tenha todos os dados e está confiante que os projetos do RH serão aprovados é importante dar atenção a maneira como será feita a abordagem de solicitação.

Isso porque se esse procedimento for feito de forma agressiva ou inadequada é possível que um excelente projeto não seja aprovado. A seguir vejamos algumas dicas para evitar essa situação.

6.1 Trabalhe a sua autoconfiança

Antes de apresentar os projetos de RH para a diretoria certifique-se que se você está numa posição segura para fazer isso. Às vezes o fato de trabalhar de forma isolada na empresa e ter pouco apoio dos colegas pode diminuir a credibilidade na hora de apresentar um projeto de RH.

Nesse sentido é importante sensibilizar a equipe sobre a relevância dos projetos. Em seguida, trabalhe sua autoconfiança a fim de realizar uma apresentação de forma firme e consistente à diretoria.

6.2. Tenha disposição para ouvir

Certamente durante a sua solicitação para a aprovação dos projetos é comum que a diretoria apresente contra-argumentos. Seja pelo fato de que ela desconhece determinados tópicos ou porque basicamente precisa questionar a viabilidade do projeto.

Nesse caso, uma estratégia interessante é ouvir as considerações feitas pela diretoria, compreender os argumentos e claro, trazer mais esclarecimentos, apresentando as soluções de maneira mais efetiva.


6.3. Coloque-se à disposição para ajudar

Durante esse momento, é comum que a diretoria apresente a necessidade de construção de uma proposta conjunta. Isso quer dizer que o projeto pode ser aprovado, porém, com algumas alterações.

Nesse momento, é fundamental que você se coloque à disposição para ajudar. Por exemplo, você pode sugerir a contratação de uma ajuda especializada. Uma empresa de consultoria em RH pode realizar o levantamento de dados para o projeto e orientar quais são as estratégias necessárias para a implementação.

Essas foram algumas informações sobre como conquistar a diretoria para aprovar projetos de RH. Ainda falando sobre o suporte de uma empresa especializada nesse processo, é essencial destacar que ela pode dizer sobre os impactos financeiros desses projetos. Assim, a diretoria consegue ter mais controle e elaborar sua tomada de decisão.

Quer ficar por dentro de mais dicas para atuar de maneira eficiente no setor de RH? Siga a nossa página no Facebook, LinkedIn, Instagram, YouTube e Twitter.

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.