Enter your keyword

Código de conduta profissional: como desenvolver para a sua empresa

Código de conduta profissional: como desenvolver para a sua empresa

Código de conduta profissional: como desenvolver para a sua empresa

As empresas nunca se encontraram em uma posição de tamanha evidência e exposição como no momento atual. Não apenas tendo às mãos ferramentas de informação providas pela esfera virtual, a sociedade também está exigindo e pressionando as empresas, enxergando nestas um suporte para os padrões e problemas atuais.

Por exemplo, uma companhia que se recusa a discutir o tópico “assédio no local de trabalho” vê sua reputação vinculada à omissão. Se guiadas por atitudes éticas e com valores morais, a empresa percebe maior produtividade e capacidade em sua equipe.

Ademais, os funcionários que se concentram em boas práticas também apresentam um excelente desempenho e contribuem para um ambiente ético. Contar com um código de conduta profissional alinhado aos objetivos e virtudes da companhia nunca se fez tão relevante.

Está à procura de um passo a passo de como desenvolver um código de conduta organizacional na sua empresa? Siga nossas recomendações abaixo e entenda tudo sobre o assunto!

A importância do código de conduta

Compreende-se a moralidade como um conjunto de valores pautados em preceitos particulares e do senso comum que orientam a forma como agimos; não se baseia em outros pilares senão a lei e a ética.

No meio empresarial, o código de conduta profissional — ética profissional — estabelece parâmetros morais e comportamentais para que os funcionários incorporem e saibam como se portar no espaço laboral.

O modelo de conduta profissional criado elimina possíveis questionamentos de seus colaboradores sobre a ética nos negócios. Portanto, é fundamental que, ao contratar novos funcionários, o setor de RH se comprometa em propor regras e frisar sua importância.

Muito além das belas palavras

Frisemos aqui que o código não se trata apenas de um apanhado de frases de efeito para embelezar o site e as redes sociais da empresa.

De jeito algum esse modelo deve se tornar uma narrativa destoante, que ignora a natureza do negócio. O código tem de ser tratado como peça fundamental da empresa e considerado em todas as ações tomadas por seu negócio.

O desenvolvimento do código de conduta

Tendo em vista que não há um código de conduta que se aplique à totalidade de companhias, certas etapas são essenciais para alcançar uma série de padrões consistentes com os preceitos da organização.

O código de conduta profissional é elaborado e vigorado por meio dos superiores. A empresa tem duas opções: a criação de um comitê próprio para isso ou a designação desse comitê para um setor específico.

Certifique-se de que os seniores da empresa, colaboradores da jurisdição e RH estejam presentes.

Esses integrantes devem ter comprometimento quanto à aplicação e validade constantes do código, estando preparados para tomar as medidas necessárias em ocasiões de má conduta entre funcionários e gestores.

O conteúdo da declaração do código de conduta

O código de conduta empresarial não deve abrir margens para interpretações ambíguas. Seu discurso deve apresentar clareza e objetividade para que todos ali atinjam máxima compreensão.

Tente usar sentenças curtas — e não se esqueça de consultar o advogado da empresa para averiguar a validade do documento.

Certifique-se de que o código de conduta padrão para todas as conversas possíveis não se limite aos funcionários ou ao meio onde as atividades laborais são desempenhadas, pois, deve incluir clientes, gestores e administradores.

Ao preparar esse documento, tenha a certeza de que o texto contém conversas de membros de alto escalão, colaboradores, fornecedores e clientes, concorrentes, acionistas, instituições governamentais, comunidades, candidatos a vagas, meio ambiente, imprensa e fiscalizadores.

Não há dúvida de que um código de conduta objetivo por parte dos responsáveis transmite seriedade e responsabilidade a todo o sistema da empresa e atrai parceiros e investidores.

Para tanto, os relacionamentos necessitam de normalização e especificidade, pois participam da realização e construção dos negócios da empresa.


A divulgação do código de conduta

Após a formulação do documento, sua companhia se responsabiliza por mostrá-lo aos funcionários e comunidades do entorno. As formas de divulgação dependem de certos fatores — como o tipo e perfil da empresa, por exemplo.

Algumas utilizam murais. Em outros casos, a intranet se encaixa e funciona melhor, mesmo que esta abranja apenas a própria equipe da organização. Analise como se desenvolve o processo de comunicação na empresa e aja de acordo.

Tenha a certeza de que seus funcionários obtenham e confiram o documento. Um botão em uma intranet ou um e-mail podem facilmente comprovar isso.

A melhora na imagem da empresa

Fato é que um código ético claro na equipe passa credibilidade e confiança em todo o ambiente empresarial. Vivemos em um atual mundo de aparências e reputações — e prezar por isso se tornou imprescindível.

A segurança dos colaboradores e das instituições que apoiam as sanções também é relevante no desenvolvimento do código moral do negócio. Os funcionários que cumprirem com seus preceitos terão um suporte ético importante nos relacionamentos fora do ambiente empresarial — sendo esse fator essencial para as empresas que visam expandir suas fronteiras no campo de eventos e turismo.

O código de conduta também abre portas para monitoramento, avaliação e sanção de possíveis falhas. Apesar de essa não ser a finalidade, se deve ter isso em mente ao elaborá-lo.

Contando com esse recurso, sua organização pode agir contra funcionários que violam as regras. Graças a um modelo ético bem estruturado, as reclamações podem ser monitoradas e avaliadas de forma cuidadosa e confidencial. A penalidade planejada vai disciplinar os infratores — e demais funcionários.

Esse comitê deve ser constantemente atualizado e formado por membros de bom-caráter e reputação. É válido mencionar que o comportamento ético no meio laboral importa tanto quanto a capacidade técnica dos colaboradores.

Todos os funcionários de sua companhia devem estar treinados, refletindo seus valores em diferentes lugares por meio de sua persona e ações.

Como você pôde ver, o código de conduta profissional faz-se crucial para uma organização. A partir disso, podem ser estabelecidas normas e regras que induzam os funcionários a sempre se comportarem corretamente com os colegas, superiores e outras pessoas direta e indiretamente ligadas à empresa.

Comunicar e promover a cultura organizacional efetiva a divulgação do código ético, visando resultados positivos e boa convivência.

Gostou do conteúdo? Siga nossa empresa nas redes sociais para receber mais. Estamos no Facebook e no Instagram!

Equipe Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.