Enter your keyword

Saiba quais são os principais desafios para a gestão de RH em 2019

Saiba quais são os principais desafios para a gestão de RH em 2019

Saiba quais são os principais desafios para a gestão de RH em 2019

O ano de 2019 promete trazer muitas mudanças. As alterações políticas e econômicas afetam todo o país. O gerenciamento de pessoas, portanto, também terá necessidades específicas. Nesse sentido, é essencial conhecer os desafios para a gestão de RH.

Antecipar-se às dificuldades é o melhor caminho para encontrar as soluções. Com a devida preparação, a área do negócio terá uma atuação muito consistente e capaz de gerar bons resultados.

Na sequência, veja o que o ano reserva ao saber quais são os principais desafios para a gestão de RH em 2019.

Impactos na economia da nova presidência

As mudanças na política sempre geram novas configurações na economia. Dependendo do cenário e das decisões tomadas, há um aumento ou uma diminuição na confiança dos investidores, por exemplo. Certas medidas, como as reformas previstas e o ajuste fiscal, também alteram o poder de compra e têm potencial para mexer com o aquecimento da economia.

De maneira global, há os riscos geopolíticos e a nova configuração que diversos países têm imposto. As modificações na balança comercial, em última análise, oferecem grande impacto na vida das pessoas e das empresas.

Todas essas questões alteram, inclusive, o clima organizacional. É preciso que o RH esteja preparado para atender às demandas de profissionais, ao mesmo tempo em que ajuda a obter engajamento e produtividade.

Adequação e instabilidade da Reforma Trabalhista

A Reforma Trabalhista foi aprovada pelo Senado Federal em julho de 2017 e começou a valer em 2018. Ela trouxe novas possibilidades de contratação, formas de trabalho inéditas (como o home office) e atualização de algumas regras. No entanto, muitos empreendimentos ainda têm dúvidas sobre o que mudou e como colocar essas alterações em prática.

Um dos desafios para a gestão de RH é, justamente, ajudar a conduzir o alinhamento quanto a essas mudanças. Com a possibilidade de terceirização da atividade-fim, por exemplo, há a necessidade de integrar os profissionais com a equipe interna. Também será preciso definir questões referentes às negociações de vários tipos.

Ao mesmo tempo, a promessa é que 2019 traga um aprofundamento da reforma, com novas alterações na relação entre empregadores e colaboradores. Isso exigirá um elevado tino por parte do gerenciamento de recursos humanos e uma atualização constante sobre as regras.

Gestão de dados do RH

Já não é novidade que a tecnologia está cada vez mais presente nas empresas. Na hora de elaborar um RH estratégico, utilizar esses recursos se tornou imprescindível. O uso de ferramentas de automação e controle, como softwares de gestão e de comunicação, é um exemplo disso.

Após a adaptação a essas novas possibilidades, o ano de 2019 traz o desafio de saber lidar com todos os dados. A proposta de People Analytics, por exemplo, inclui utilizar as informações dos profissionais para encontrar padrões, mapear competências e até atualizar políticas salariais.

Para tanto, é essencial gerar relatórios, fazer cruzamentos e identificar tendências. Então, o setor precisará estar disposto a usar esses dados de maneira estratégica para a tomada de decisões.

Integração de gerações

Com o aumento da expectativa de vida, é natural que as pessoas passem mais tempo na ativa. Além disso, as mudanças na sociedade refletem em como as gerações chegam ao mercado de trabalho, o que também muda as exigências por parte da gestão.

Embora esse não seja um fenômeno exclusivo de 2019, o ano promete aprofundar a necessidade de integrar os nascidos em cada época. Será preciso unir os integrantes da Geração X, Y (Millenials) e Z (Centennials). Com visões de mundo, habilidades e trajetórias distintas, será essencial criar um clima organizacional adequado.

O RH desempenhará ainda, de forma progressivamente intensa, a conciliação das diferenças e ajudará a explorar o potencial de cada geração. Por meio de atividades de integração, planos de carreira e mudanças para cada grupo será possível conquistar efeitos melhores para todos os colaboradores.


Adaptação às novas formas de trabalho

Por falar em alterações, é importante compreender que a retenção de talentos é cada vez mais crucial. Para se ter uma ideia, 35% dos empregados norte-americanos mudariam de emprego para ter flexibilidade de local, enquanto 51% trocariam pela jornada flexível. Já 40% deles passariam para outra empresa para ter participação nos lucros e 51% fariam a transição para um empreendimento com plano de previdência.

Tudo isso demonstra que, atualmente, as pessoas desejam muito além de um bom salário. Ser capaz de se adaptar a tal condição, portanto, é essencial para manter os indivíduos alinhados ao negócio.

Mais que apenas oferecer a retenção, esse é um meio de aumentar o engajamento e a motivação. Como consequência, há uma melhoria nos níveis operacionais e de competitividade do negócio.

Melhoria contínua

Não são apenas os consumidores que estão mais exigentes. Os colaboradores também exigem melhorias progressivas do ambiente e da forma de trabalho para que se mantenham por perto.

Ao mesmo tempo, existe um cenário de escassez de gente qualificada. Somente para o setor de TI, por exemplo, há um déficit de 48 mil profissionais preparados. Perder talentos para a concorrência, portanto, gera prejuízos muito grandes.

Nesse sentido, um dos desafios para a gestão de RH em 2019 será o de implementar a melhoria contínua. Por meio das avaliações de desempenho e de pesquisas qualitativas, o setor deverá saber quais pontos precisam de atuação e o que deve ser feito.

Tanto para esse processo quanto para as outras dificuldades, a presença de uma consultoria de RH faz a diferença. Com a visão holística e experiente de um time externo, fica fácil identificar os principais problemas e as soluções.

A orientação para a implementação das mudanças também é positiva e garante a conquista de uma atuação cada vez melhor. O suporte da equipe, portanto, é essencial para que as barreiras sejam transpostas de um modo muito eficiente.

Os desafios para a gestão de RH em 2019 vão desde motivos políticos a alterações nas formas de trabalho. Com o apoio de uma consultoria, é viável ultrapassar essas barreiras.

A SOCIIS RH oferece um time preparado e capaz de auxiliá-lo a encarar os maiores desafios. Entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo!

Informações sobre a autora:

Bianca Andrade
Psicóloga e Diretora de Recursos Humanos da Sociis RH

Sem Comentários

Comente

Seu e-mail não será publicado.