Enter your keyword

Consultoria de RH e o Pacto de Desempenho para a sua empresa – 05 Etapas para sua execução – Parte 3

Consultoria de RH e o Pacto de Desempenho para a sua empresa – 05 Etapas para sua execução – Parte 3

Consultoria de RH e o Pacto de Desempenho para a sua empresa – 05 Etapas para sua execução – Parte 3

Agora que explicamos um pouco do caminho para a construção do pacto de desempenho, vamos seguir as etapas para uma execução adequada deste pacto.

Acompanhe nossas matérias anteriores

Para uma formulação adequada, propomos 05 etapas. Vamos focar em sua interação de gerente/dono/supervisor com seu subordinado.

  1. Especifique / negocie os resultados esperados

Coloque estes resultados dentro dos parâmetros de quantidade, qualidade, prazo e custo. Construa com seu subordinado os indicadores e padrões.

  1. Defina com seu subordinado o nível de autoridade e autonomia dele

Exemplo:

grafico-pacto-de-desempenho

Lembre-se do que escrevemos em nossa última postagem (CONSULTORIA DE RH E O PACTO DE DESEMPENHO PARA A SUA EMPRESA – DESCENTRALIZAR OU DISTRIBUIR? – PARTE 2) sobre o assunto, assim, evitamos o ciclo vicioso: EU DECIDO, EU INFORMO E VOCÊ IMPLEMENTA.

  1. Estabeleça o sistema de acompanhamento

O acompanhamento tem por finalidade verificar e manter as decisões/atividades no melhor caminho, em direção aos objetivos esperados. Possibilita prevenir desvios e fazer correções de rumo.

Acerte com seu subordinado a periodicidade dos momentos de acompanhamento e horário/local dos encontros.

  1. Dê meios e recursos necessários para o alcance dos objetivos

A empresa deve investir em sua equipe e em releituras de seus processos para o alcance dos objetivos. Treine sua equipe, estude seus processos, busque informações de seus clientes e, se necessário, busque a ajuda de uma consultoria.

  1. Solicite feedback e acompanhe

Solicite aos seus colaboradores a apresentação de relatórios ou resumos das ações, quando necessário, ou na periodicidade que definiram na etapa 3.

Deve-se avaliar os resultados parciais ou finais, transformar o acompanhamento em gráficos ou tabelas (para facilitar o entendimento de todos), fazer críticas construtivas, redirecionar a ação… e também elogiar. Os elogios, nestes momentos, são de grande importância, pois são altamente motivadores, aumentam a energia, a vivacidade das pessoas.

Durante os acompanhamentos, procure não resolver os problemas pelos seus subordinados. Faça-os refletir sobre eles e buscar soluções, através de uma “regra de jogo”: para cada problema, trazer, no mínimo, duas alternativas de solução.

De acordo com o Consultor João Bosco Castro Araújo, “Neste momento, para evitar contratempos posteriores, diga: ‘Quaisquer fatos, caso ocorram, que dificultem ou impossibilitem o cumprimento do que decidimos, favor me informar’.  Assim, ele terá a autonomia necessária e a certeza de suporte e acesso à diretoria quando necessário.”

CELEBRAÇÃO

Dois pontos importantes:

1.Divulgar os resultados positivos na empresa e, mesmo, fora (seu cliente precisa saber disso). Este comportamento propicia um clima de positividade, otimismo e motivação.

2.Premiar os que atingem as metas. O prêmio pode ser uma tarde livre, certificados, placas, ingressos, jantares, viagens… e, sempre que possível, incentivo financeiro.

demonstracao-de-satisfacao

Demonstre sua satisfação com os resultados

Assim, sua equipe irá associar os sucessos à premiação e gerará a percepção de quanto mais forem assertivos e entregaram resultados positivos, mas terão momentos de alegra e satisfação. Simples, porém, eficaz.

Você, em seu trabalho, tem acordos de melhoria de performance estabelecidos?

Em caso afirmativo, sucesso. Se não, mãos à obra!

Consultor-Sociis-RHCristiano Spelta é consultor, professor de marketing estratégico e diretor de Planejamento e Marketing da Sociis RH. Apaixonado pelo que faz e confesso workaholic e worklover quando se trata de ajudar empresas a melhorar seus processos e otimizar suas equipes em busca de resultados superiores.

Sem Comentários

Comente

Your email address will not be published.